Casan: Macroadutora irá beneficiar 500 mil moradores do Oeste de Santa Catarina

Construção da primeira Estação de Tratamento (ETA) do projeto Chapecozinho, feita pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), irá beneficiar aproximadamente 500 mil moradores do estado. As obras iniciaram no município de Bom Jesus/SC, às margens do rio Chapecozinho, onde a água será captada.  A estação irá contemplar moradores de Xanxerê, Xaxim, Cordilheira Alta e Chapecó.

As máquinas estão executando a terraplanagem e drenagem em uma área de 42.654 m², que fica às margens da rodovia SC-480, em Xanxerê. O projeto é conhecido como Rio Chapecozinho.

A ETA conseguirá tratar até 1.252 litros de água por segundo, tendo capacidade de armazenar até 6 milhões de litros. Exclusivamente para essa obra, já estão disponíveis mais de 7 mil metros de tubulação em aço carbono,  o qual é resistente a cargas de alta pressão. Parte destas adutoras, de 900mm de diâmetro, encontra-se estocada no canteiro de obras de Chapecó.

O Projeto Rio Chapecozinho prevê a instalação de uma macroadutora de 57 quilômetros de extensão, que irá trazer água da Estação de Recalque de Água Bruta, em Bom Jesus, da foz do rio Chapecozinho, até Chapecó, a maior cidade do oeste do estado.

A obra é orçada em R$ 195 milhões, que virão de recursos vindos do governo do estado e Casan.  O sistema de abastecimento de água de Xaxim também receberá um reservatório com capacidade de 3,5 milhões de litros.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?