Pensando na preservação do meio ambiente, a Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) destaca a importância da adoção de atitudes sustentáveis para a limpeza das caixas de gordura.

O uso da biotecnologia consiste em uma ação eficaz e sustentável de realizar a limpeza das caixas por meio da ação de bactérias. Para contribuir com o bom funcionamento de uma caixa de gordura, pode-se contar com o auxílio de microrganismos, principalmente bactérias que compõem um bioaditivo considerado uma biotecnologia capaz de aprimorar o pré-tratamento biológico. Quando inseridos controladamente, esses microrganismos são capazes de degradar a matéria orgânica, evitando que altos índices de óleos e graxas cheguem às estações de tratamento e corpos hídricos.

De modo geral, a redução do volume do material pode chegar a 70% em um período de 30 dias. Essa técnica pode proteger contra entupimento e transbordamento em redes coletoras de esgoto de restaurantes, hotéis e empresas que servem dezenas ou até milhares de refeições a seus funcionários.

Com a adoção de práticas sustentáveis, como a limpeza adequada das caixas de gordura, a população poderá impedir possível mau cheiro e vetores de contaminação. É o uso da tecnologia aliado à sustentabilidade para assegurar boas práticas na preservação do meio ambiente.

A biotecnologia está transformando o mundo utilizando recursos que a natureza oferece, e o impacto que está causando na vida das pessoas e no meio ambiente é visivelmente positivo. Além da limpeza das caixas de gordura, essa tecnologia tem sido fundamental para uma série de ações que contribuem para a consolidação de uma agenda sustentável.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?