Veja São Paulo destaca recuperação do Sistema Cantareira que opera com 94,7%

A Sabesp anunciou neste domingo (2) que o Sistema Cantareira opera com 94,7% de sua capacidade de armazenamento de água, considerando as duas cotas do volume morto. Trata-se de um marco. Principal fonte de abastecimento da Grande São Paulo, o Cantareira passou por uma estiagem severa, causando consequências para as cidades.
Entre 2014 e 2015, o Sistema Cantareira, que abastece um terço da região metropolitana, chegou ao fundo do poço. As réguas de medição apontaram uma quantidade de apenas 5% de água disponível, incluindo duas cotas do volume morto. Especialistas diziam que o reservatório levaria cinco anos para se normalizar.
A fim de evitar o pior, o governo estadual foi obrigado a tomar medidas de emergência, a exemplo de multas nas contas para consumidores gastões e bônus aos que conseguiram fechar as torneiras. Nos municípios ao redor dos mananciais, o cenário ocupado por barcos e motos náuticas deu lugar a uma paisagem digna do clássico Vidas Secas, de Graciliano Ramos.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Sabesp

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account