ETA de Curimatá, no Piauí, volta a funcionar com 100% da capacidade

A Estação de Tratamento de Água da cidade de Curimatá (PI), a 775 quilômetros ao sul de Teresina (PI), está funcionando com sua capacidade máxima, o que corresponde a 90 mil litros de água por hora. A ETA esteve paralisada durante meses, após a Barragem Vereda da Cruz, um dos principais mananciais que abastecem a cidade, secar.

Com as últimas chuvas que caíram na região, a barragem voltou a garantir água suficiente para tratamento e distribuição. Durante o período de crise no abastecimento, a empresa águas e Esgotos do Piauí (Agespisa) utilizou como manancial a fonte Sertão, que tem a reduzida capacidade de 30 mil litros por hora. Agora, com a produção deste manancial e a da Estação de Tratamento em sua capacidade máxima, a empresa está distribuindo, no total, 120 mil litros por hora na cidade.

“Desde o Carnaval, a distribuição de água em Curimatá está voltando à normalidade. É pertinente ressaltar que durante o período de dificuldades no abastecimento, o pagamento das contas de água foi abonado para os moradores que não estavam contando com o serviço”, afirma o presidente interino da Agespisa, Genival Sales.

Outra ação tomada pela Agespisa durante a estiagem foi o atendimento de emergência por meio de 17 caminhões-pipa que abasteciam quatro reservatórios, instalados como medida emergencial. A ação, realizada em conjunto com a Defesa Civil, se concentrou nas partes altas da cidade, já que o abastecimento nas áreas baixas manteve a regularidade.

Curimatá é uma das cidades incluídas no decreto nº 17.231, de 28 de junho de 2017, que determinou o racionamento de água em municípios das regiões sul e sudeste do Piauí.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account