Em primeira reunião de 2019, Câmara Técnica Comercial planeja Manual sobre Práticas Comerciais

Por Rhayana Araújo – Assessoria de Comunicação da Aesbe

                                                            Reunião da CTC ocorreu nos dias 4 e 5 de junho, na sede da Aesbe

Para um melhor desempenho dos trabalhos desenvolvidos pelas Companhias Estaduais de Saneamento, a Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) possui em sua estrutura 10 Câmaras Técnicas, sendo uma delas a Câmara Técnica Comercial (CTC). Nesta terça e quarta-feira, 04 e 05, se reuniram na sede da entidade 28 colaboradores, de 14 companhias, para trocar experiências e discutir assuntos pertinentes ao setor Comercial das empresas.

O secretário executivo da Aesbe, Ubiratan Pereira, fez a abertura da reunião

No dia 4, o secretário executivo da Aesbe, Ubiratan Pereira, deu as boas-vindas aos presentes e atualizou os informes sobre as ações da Aesbe em relação à atualização do Marco Legal do Saneamento. A pauta da reunião foi sobre os resultados e dificuldades em relação à implantação do processo de recebimento com cartão de crédito de débito. As companhias Compesa/PE, Corsan/RS e Sanepar/PR apresentaram seus resultados e, a partir de então, o grupo discutiu sobre o aperfeiçoamento do serviço.  Ainda no primeiro dia, os membros da câmara debateram sobre a arrecadação digital como alternativa de cobrança, cujas ferramentas dos bancos digitais foram apresentadas  pelo diretor da Unidade Digital do Grupo Nexxera, Renato Tavares.  

Durante a reunião, foi identificado que é necessário construir um Manual de Práticas Comerciais. O material vai ser montado a partir dos melhores resultados de cada companhia, para que as empresas estaduais sigam um mesmo modelo e, assim, desenvolvam um melhor trabalho em prol do saneamento básico. Os membros também discutiram sobre o processo de abertura e encerramento de contratos. Também como parte das pautas, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) apresentou os problemas judiciais que sofre com a aplicação de multas por parte das agências reguladoras.

O coordenador da CTC, Agostinho Moreira Filho, da Cagece, enfatizou que as Câmaras Técnicas da Aesbe são muito importantes, pois permitem o compartilhamento de procedimentos. “A partir da troca de experiências, é possível construir uma diretriz, para que as Companhias Estaduais de Saneamento sigam e, desta forma, fortalecer o setor. E a nossa meta vai ser entregar o Manual de Práticas Comerciais à Aesbe, como um produto da CTC, que vai nos auxiliar muito neste processo de fortalecimento”, reforçou Agostinho.

No segundo dia de discussões, as Companhias Caesb/DF e Embasa/BA apresentaram práticas exitosas sobre a gestão de grandes clientes, contrato de demanda e individualização das ligações. O grupo também iniciou debates para a construção de um modelo de contratação dos serviços de Teleatendimento. 

Seminário da CTC – Em outubro de 2018, a Câmara Técnica Comercial realizou o 1º Seminário Nacional de Práticas Comerciais em Saneamento. O evento reuniu, em São Paulo (SP), mais de 250 profissionais da área de todo o país. Devido ao sucesso, a CTC já começou a organização para a realização do 2º Seminário, previsto para ocorrer ainda neste ano.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?