Câmara Técnica da Aesbe debate sobre contribuições para a Portaria de Potabilidade do Ministério da Saúde

Os membros da Câmara Técnica de Controle da Qualidade da Água (CTCQ), da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe), estão reunidos em Vitória (ES) desde a quarta-feira, 24, para discutir temas relacionados ao controle de qualidade da água que chega à casa do consumidor. Um exemplo é a implementação da Portaria MS nº 5/17, anexo XX, que dispõe do controle e a vigilância da qualidade da água para consumo e seu padrão de portabilidade.

Essa é a segunda reunião da Câmara Técnica de 2018 e conta com a participação de 28 pessoas de 17 Companhias Estaduais de Saneamento. O encontro tem o apoio da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan).

Quem representa a Cesan na reunião é a gerente de Meio Ambiente e Controle da Qualidade da Companhia, Elza Abreu, e também a chefe da Divisão Gestora de Qualidade (E-DCQ), Juciane Motta.

Participantes visitaram a ETA Reis Magos, no Espírito Santo

No primeiro dia de evento, na quarta-feira (24), os participantes fizeram uma visita técnica à Estação de Tratamento de Água (ETA) Reis Magos, que possui um sistema capaz de fornecer mais de 43 milhões de litros de água tratada por dia. Além disso, o Sistema de Abastecimento possui uma tecnologia de ponta que permite a operação remota, que é monitorada pelo Centro de Controle Operacional (CCO) da Cesan. Os mecanismos na casa de química permitem a análise e o monitoramento computadorizado da qualidade da água em todas as etapas do sistema, garantindo melhor eficácia e eficiência no tratamento da água. Após a visita técnica, os membros da CTQA participaram de diversas palestras.

Nesta quinta-feira (25), segundo dia de evento, o encontro conta com palestras sobre temas de interesse da Câmara. Uma delas é a palestra ministrada por Elza Abreu, que falará sobre “Migração do SGQ 17025 para versão 2017 – experiência Cesan”.

Para a gerente de Meio Ambiente e Controle da Qualidade da Cesan, Elza Abreu, a Câmara Técnica de Controle da Qualidade da Água tem sido uma forma de atuação da Aesbe, que possibilita às associadas evoluir e se capacitar em uma área de suma importância para as suas atividades, que é o controle de qualidade de água. “Em especial nestes tempos, em que as legislações ambientais e de saúde requerem que as análises sejam realizadas em Laboratórios com controle da qualidade certificados/acreditados e, ainda, as necessidades de adequações necessárias para atender as novas demandas previstas na Norma de Qualidade da água – PRC MS nº 5/17 Anexo XX”, enfatizou Elza.

A reunião da Câmara Técnica de Controle de Qualidade da Água ocorrerá ainda nesta sexta-feira (26), com encerramento previsto para às 11h30.

           

           

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?