Associadas conquistam os três primeiros lugares no Ranking ABES da Universalização do Saneamento 2021

O Ranking ABES da Universalização do Saneamento 2021, divulgado em 15/06, serve para identificar o quão próximos estão os municípios de alcançar a universalização do saneamento. Este ano, as três primeiras colocações entre as capitais foram: Curitiba (Sanepar), Brasília (Caesb) e Goiânia (Saneago).

A pesquisa foi dividida em quatro categorias, sendo elas: Rumo à Universalização; Compromisso com a Universalização; Empenho para Universalização; e Primeiros Passos para a Universalização. A maior parte das capitais brasileiras (48,15%) está na categoria Empenho para Universalização. Entre elas, apenas uma entrou na categoria mais alta: Curitiba/PR.

Curitiba (Sanepar) em primeiro lugar

Esta é a quinta vez consecutiva que Curitiba lidera o Ranking ABES da Universalização do Saneamento entre as capitais. A cidade, atendida pela Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), já alcançou a marca de ter toda sua população (100%) abastecida por água, e, praticamente, já universalizou a coleta de esgoto e o serviço de tratamento em sua rede – atualmente, disponível para 99,99% dos moradores.

Além disso, Curitiba também conta com desempenho máximo (100%) na coleta de resíduos sólidos e na sua destinação. Por todos esses motivos, atingiu a pontuação total mais alta do ranking: 499,99.

Brasília (Caesb) em segundo lugar

Atendida pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), Brasília entra em segundo lugar no Ranking ABES da Universalização do Saneamento 2021. Os dados demonstram que a capital brasileira está prestes a alcançar a universalização da oferta de água tratada à sua população – com 99% dela já é atendida. Quanto ao esgoto, os dados da classificação revelaram que a maioria absoluta dos moradores (89,48%) já conta com sua coleta e que toda população (100%) já tem acesso ao seu tratamento.

Além disso, na coleta de resíduos sólidos, Brasília apresenta performance altíssima (97,98%) e na destinação adequada de resíduos sólidos, está ainda melhor: atende completamente seus habitantes (100%).

Goiânia (Saneago) em terceiro lugar

Goiânia é a terceira capital colocada no Ranking ABES da Universalização do Saneamento 2021. Atendida pela Companhia Saneamento de Goiás S/A, a cidade também faz parte de uma das capitais mais próximas de universalizar o saneamento básico.

Segundo a pesquisa, Goiânia apresenta 99,18% da população abastecida com água tratada. Além disso, tem ótimos números de esgotamento: 92,67% dos habitantes são atendidos com coleta de esgoto e 91,29% com tratamento. Em relação aos resíduos sólidos, os dados trazem um cenário ainda melhor: 99,62% na coleta e 100% na destinação adequada.

A Aesbe exalta o trabalho das associadas Sanepar, Caesb e Saneago, que se destacaram na classificação por prestarem serviços de saneamento de qualidade exímia. Que elas sirvam de espelho para as outras capitais e para municípios na busca pela universalização do saneamento básico.

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?