Teste do esgoto na Universidade do Arizona nos EUA evita surto de COVID-19

Portal do Saneamento Básico
24/09/2020

Os pesquisadores da Universidade procuraram traços do vírus em amostras de esgoto na área metropolitana de Tucson desde março, e coletaram amostras de 20 prédios no campus da Universidade desde o início das aulas.

Ao testar as águas residuais em um dormitório de estudantes, a Universidade do Arizona encontrou os primeiros sinais de COVID-19 e conseguiu evitar uma proliferação do vírus em seu entorno, de acordo com azcentral.com

Os dados coletados nos dormitórios encontraram cargas virais mais altas em amostras de águas residuais retiradas de um dormitório específico, o que levou a mais testes. Uma equipe liderada pelo Dr. Ian Pepper, diretor do Centro de Tecnologia Sustentável de Água e Energia da Universidade, testou as amostras mais cinco vezes para confirmar as descobertas e, em seguida, testou todos os residentes que viviam naquela instalação.

No total, cerca de 311 pessoas foram testadas e dois casos positivos foram relatados. Os dois alunos, portadores assintomáticos, foram colocados em isolamento, evitando a disseminação do vírus no dormitório.

Águas Residuais

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, o material genético do vírus pode ser eliminado nas fezes de pacientes infectados, sejam eles sintomáticos ou assintomáticos, mas pouco ainda se sabe sobre quanto do vírus é excretado.

O programa de teste de águas residuais da Universidade do Arizona continuará ao longo do ano letivo em uma tentativa de reprimir ainda mais a disseminação do vírus no campus.

Fonte: WaterWorld.

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account