Saneamento: Ágora reitera preferência por Sanepar em cenário mais desafiador

Money Times
25/03/2020

Por Diana Cheng

A Ágora Investimentos ajustou suas estimativas para as empresas Sanepar (SAPR11), Sabesp (SBSP3) e Copasa (CSMG3). Considerando os desafios atuais originados pelo coronavírus, a corretora reduziu em 40% a média das projeções e dos preços-alvos.

Segundo os analistas Francisco Navarrete e Ricardo França, são esperados quatro principais impactos no fluxo de caixa dessas companhias: o aumento de provisões para devedores duvidosos; a necessidade de capital de giro; o aumento no custo da dívida; e a renúncia de pagamento de contas durante 90 dias por consumidores de baixa renda, como foi decretado pelos governantes de São Paulo e Paraná.

Os analistas também esperam uma redução no pagamento de dividendos (25% do lucro líquido).

“As empresas não sabem quando a crise irá diminuir. A preservação de caixa provavelmente se tornará uma prioridade por enquanto”, destacaram Navarrete e França.

Recomendações inalteradas

A corretora manteve as recomendações das três empresas, sendo de compra para a Sanepar e neutra para Sabesp e Copasa.

A Sanepar, com preço-alvo é de R$ 82, segue como principal escolha.

“Mesmo assumindo que o reajuste tarifário anual de maio (antes avaliada pela Ágora em 11%) não ocorra, a Sanepar parece atraente sob diversas métricas de avaliação, até mesmo pelo dividend yield na casa dos 5% para 2020/21 – acima do yield de 3% esperado para as outras duas empresas”, explicaram Navarrete e França.

Em relação à possibilidade de privatização da Sanepar, colocada em segundo plano, os analistas ressaltaram que o tema não é tão urgente para a companhia como é para a Sabesp e para a Copasa, cujos preços-alvos são de R$ 34 e R$ 45, respectivamente.

 

Estimativas para o triênio 2020/22

A Ágora reduziu em 22% as previsões para o lucro líquido de 2020 da Sanepar. Os números de 2021 e 2022 também foram cortados em 17,6% e 7,6%.

As projeções sobre o lucro líquido da Sabesp neste ano passaram de R$ 2,2 bilhões para R$ 1,4 bilhão, queda de 35,9%. Quanto à Copasa, a corretora espera agora que o lucro chegue a R$ 568 milhões.

 

 

 

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?