Reciclagem de resíduos da construção civil de Jundiaí/SP é exemplo para Porto Alegre/RS

Portal Saneamento Básico
06/08/2021

Gestores e técnicos da Prefeitura apresentaram para representantes da Prefeitura de Porto Alegre, em reunião de trabalho on-line, o modelo inovador de reciclagem de resíduos da construção civil adotado em Jundiaí.

A capital do Rio Grande do Sul busca exemplos que deram certo para implantar um sistema semelhante de reciclagem.

“Para nós é uma honra compartilhar boas experiências e também conhecer experiências de uma cidade que é referência em muitas áreas, como Porto Alegre”, declarou o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi, no início da reunião de trabalho. “Investir em ações que tragam melhorias ao meio ambiente é fundamental, é olhar para o futuro, o que justifica o trabalho que fazemos com todos os tipos de resíduos no Geresol (Gerenciamento de Resíduos Sólidos).”

Sobre o RCC (resíduo da construção civil), o gestor de Infraestrutura e Serviços Públicos, Adilson Rosa, lembrou que, além do ganho ambiental, a cidade busca equilíbrio econômico e financeiro a partir dessa operação. “Uma vez reaproveitado, o resíduo pode ser usado em obras de pavimentação, com o uso do nosso asfalto ecológico, que já foi utilizado em muitas vias da cidade”, explicou. “Isso permite que tenhamos nosso próprio material, não sendo necessário comprá-lo.”

O secretário de Serviços Urbanos de Porto Alegre, Marcos Garcia, participou da reunião na companhia de sua equipe técnica. “Temos desafios aqui em nossa cidade para destinar o RCC e sabemos que o case de vocês é de sucesso”, declarou. “Estamos aqui para ouvir vocês e tirar dúvidas.” Marcos também disse que ele e sua equipe devem visitar Jundiaí para ver o sistema de perto.

Limpeza Pública

O diretor do Departamento de Limpeza Pública, Márcio Alberto Moraes, apresentou o funcionamento do Geresol e, em especial, as etapas de reciclagem do RCC – da contratação da caçamba por parte do munícipe, passando pela chegada da caçamba ao Geresol (pela empresa cadastrada na prefeitura), até a separação desse material através de diferentes esteiras e a destinação das pedras que serão reutilizadas em novas obras municipais.

“Fazemos o mapeamento de todas as caçambas da cidade, com dados das empresas que fazem o transporte e informações sobre localização”, informou Márcio. “Antes desse sistema, tínhamos na cidade 1,6 mil pontos de descarte irregular. Hoje, com essa inovação tecnológica, temos aproximadamente 50, que são fiscalizados diariamente.” Por dia, o Geresol recebe em média 200 caminhões com caçambas da construção civil. Ao mês, são recebidas 20 mil toneladas de RCC.

Os representantes da Prefeitura de Porto Alegre tiraram dúvidas sobre a aplicação do asfalto ecológico, regionalização do serviço de reciclagem, legislação e serviços de descarte como os Ecopontos instalados em Jundiaí

Fonte: SP.

 

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?