RE Saneamento – Copasa publica PMI de esgoto

Senhor Presidente, Segue para conhecimento e análise o “Relatório Executivo do Saneamento” desta semana (26/06/2018), produzido pela GO ASSOCIADOS, como parte integrante do contrato existente. O Relatório será enviado semanalmente.

 

 

Prezado (a) presidente,
 

A Copasa publicou na última semana o chamamento para o PMI visando à obtenção de estudos para estruturação de PPPs de implantação, expansão, otimização, operação parcial e manutenção dos sistemas de esgotamento sanitário de municípios abrangidos pela Diretoria de Operação Sul da empresa. O projeto será dividido em dois lotes, totalizando 33 municípios e 16 localidades.
 
No último dia 21/06/2018 a Câmara dos Vereadores de Guarulhos aprovou o projeto de lei complementar que autoriza o Executivo a celebrar um contrato de programa com a Sabesp para prestação dos serviços de distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto por um período de 30 anos, prorrogáveis por mais 30 anos.
 
A Caixa Econômica Federal realizou a pré-qualificação de consórcios e empresas especializadas para participação em licitações futuras destinadas à prestação dos serviços de modelagem e estruturação de projetos de concessões e PPPs para entes públicos, em âmbito nacional, nos setores de abastecimento de água e esgotamento sanitário, resíduos sólidos urbanos e iluminação pública.
 
No último dia 20/06/2018, o governador do estado do Rio Grande do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB/RS), assinou o convênio de cooperação que garante a liberação de R$ 190 milhões para investimento em 16 municípios operados pela Sanesul.
 
No estado do Paraná, a companhia estadual Sanepar publicou no último dia 11/06/2018 nota ao mercado informando a eleição de sua diretoria para o período entre 25/06/2018 e 11/06/2020.
 
A Confederação Nacional da Indústria publicou na última semana o estudo “Saneamento Básico: uma agenda regulatória e institucional”, que faz parte de uma série de 43 trabalhos sobre temas estratégicos a serem entregues aos candidatos à Presidência. O estudo calculou que o impacto direto do investimento de R$ 1,00 em esgotamento sanitário tem um efeito de R$ 2,50 ao longo da cadeia produtiva. Este valor considera apenas o impacto direto na cadeia. O estudo estimou que o Brasil precisa aumentar em 62% o investimento em esgotamento sanitário com o objetivo de cumprir a meta do Plansab, de universalizar os serviços até 2033. No atual ritmo de investimento, a universalização ocorrerá apenas após 2050.
 
A Sabesp recebeu autorização do Ministério da Agricultura para comercializar adubo produzido com base no lodo de estações de tratamento de esgoto.
 
Um abraço,

Gesner

 
 

Anexos

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?