Prefeitura de Limeira/SP busca autorização para financiamento de R$ 162 mi para ser usado em obras de infraestrutura

Portal  Saneamento Básico
04/08/2021

O prefeito Mario Botion encaminhou na segunda-feira (2) à Câmara Municipal um projeto de lei essencial ao desenvolvimento urbano de Limeira.

O projeto autoriza o financiamento de R$ 162,7 milhões para realização de 60 obras de infraestrutura no município – a principal é o complexo viário do viaduto Paulo Natal. Os recursos serão da Caixa Econômica Federal, com a linha de crédito do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento na Modalidade de Apoio Financeiro (Finisa). “Tratam-se de obras necessárias que serão executadas ao longo dos próximos dois anos”, mencionou Botion.

O chefe do Executivo afirmou que o município não tem, frente ao atual cenário de crise econômica, capacidade de investimento. No entanto, salientou que a prefeitura é bem avaliada do ponto de vista financeiro por manter sempre os pagamentos em dia. “Esse perfil facilita a contratação de crédito junto à Caixa Econômica Federal”, frisou. Botion destacou que o montante será pago em dez anos e que ficará dentro dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

O secretário de Obras e Serviços Públicos, Dagoberto Guidi, que acompanhado do secretário de Fazenda, José Aparecido Vidotti, detalhou o projeto aos vereadores, observou que o financiamento prevê a execução de um pacote de obras nas áreas de saneamento e drenagem urbana, além de ampliação do sistema viário e construção de novos equipamentos públicos.

A principal ação é o complexo viário do viaduto Paulo Natal, estimado em R$ 74 milhões. O projeto prevê tanto a duplicação do viaduto e das respectivas alças de acesso, quanto do trecho da Via Antônio Cruãnes Filho (Anel Viário) até a rotatória da Taba do Brasil. O viaduto também passará por processo de restauração. Conforme Guidi, além de ser uma via de grande circulação de veículos, a obra facilitará o acesso a novos loteamentos na região do Alto dos Laranjais. “Esse projeto terá impacto positivo ao garantir mais mobilidade para a região Leste da cidade e para os usuários do Anel Viário”, comentou.

Mais duas intervenções de grande porte, compreendem a duplicação da Av. Dr. Lauro Correa da Silva, no trecho da região do Jd. Alto do Lago (estimada em R$ 19 milhões), e da Rua Evaristo Olivatto Filho, na região do Jd. Morro Branco (orçada em R$ 15,5 milhões).

Dentre as obras fundamentais, na avaliação de Guidi, está a reconstrução das galerias que passam sob o Mercado Modelo e deságuam no Ribeirão Tatu, no Centro, da ordem de R$ 15 milhões.

Obras de Drenagem Urbana

Para evitar alagamentos em algumas áreas da cidade, como a Ponte Preta, Av. Laranjeiras e região da Faal, ele também citou a abertura de bacias de contenção, denominadas Varga I e Varga V, Barroca Funda II, III e IV, Vista Alegre II e no Ribeirão Tatu.

Quanto a novos equipamentos, o pacote inclui a construção da sede própria para o Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal (provavelmente no Horto Florestal) e para a Central de Ambulâncias (ao lado do Samu). A cidade também ganhará parques lineares, pistas de skate, quadras de basquete e duas piscinas semiolímpicas na região dos bairros Belinha Ometto/Abílio Pedro e Nossa Senhora das Dores.

As ações passam, ainda, pela ampliação do Centro Comunitário do Jd. Glória, remodelação do telhado do Paço Municipal (Edifício Prada), da Biblioteca Municipal e do Vô Lucato, e implantação de um ecoponto na Via Martim Lutero. “Nossa capacidade de pagamento permite que façamos essa operação. E esses investimentos trarão avanços ao desenvolvimento estrutural da cidade, levando prosperidade aos nossos munícipes, além da criação de novos postos de trabalho”, concluiu Botion.

Fonte: Rápido no Ar.

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?