Pesquisadores da UFPR transformam lixo em energia elétrica

Portal Saneamento Básico
02/08/2021

Reduzir, reutilizar, reciclar. Os três Rs da sustentabilidade.

Resultados alcançados por pesquisadores da Universidade Federal do Paraná mostraram que é possível transformar lixo em energia elétrica, e muito mais, usando microalgas no processo.

O professor André Mariano, do Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento em Energia Autossustentável, explica como funciona esse novo método de tratamento de resíduos.

“O lixo é incinerado gerando energia e as emissões são tratadas pelas microalgas”.

Para colocar em prática essa nova forma de fazer a gestão adequada dos resíduos sólidos, André Bellin Mariano conta como foi pensada a logística do transporte do lixo. O material não precisaria mais ser levado por longas distâncias até um aterro sanitário.

Com essa nova tecnologia, 100 quilos de lixo são reduzidos a cinco quilos de cinzas. Esse material pode ser usado como agregado de concreto ou mistura para asfalto. De acordo com o cientista André Mariano, as microalgas também podem virar novos produtos no final do processo.

A pesquisa continua para aumentar a eficiência do processo. O novo método de tratamento de resíduos já foi patenteado. Uma empresa licenciou essa nova tecnologia que já está pronta pra ser comercializada.

FONTE: Agência Brasil

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?