Pernambuco terá modelo de gestão compartilhada para o saneamento rural

Folha de Pernambuco
15/10/2020

Nesta quinta-feira, em Buíque, foi dado o primeiro passo para a institucionalização do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) no Estado

O Governo de Pernambuco avança no compromisso de promover a universalização do acesso à água para a população. Com o foco de garantir a operação de sistemas de esgotamento sanitário e de abastecimento nas comunidades rurais em todo o Estado, está em fase de implementação o Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar-PE). Nesta quinta-feira (15), foi realizada, em Buíque, a Assembleia para apresentação do projeto. A iniciativa é coordenada pelas secretarias estaduais de e Infraestrutura e Recursos Hídricos e Desenvolvimento Agrário.

O Sisar Moxotó será o primeiro a ser implantado no Estado. A previsão é a de que o Governo institua o sistema da região ainda em 2020, contemplando os municípios de Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Itaíba, Manari, Pedra, Sertânia, Tupanatinga e Venturosa. Ele surge com o objetivo de garantir uma prestação eficiente dos serviços de saneamento rural (abastecimento de água e esgotamento sanitário) a um preço módico para as comunidades rurais e de promover a universalização desses serviços. Na região do Moxotó, estima-se que o sistema irá beneficiar 120 mil pessoas de 622 comunidades e 30 mil imóveis rurais.

Com um modelo de gestão compartilhada, a iniciativa também busca estabelecer parcerias entre a Compesa, secretarias de Estado, associações rurais, municípios, e organizações da sociedade civil que atuam no território das bacias Hidrográficas dos Rios Moxotó e Ipanema. A meta é promover o engajamento, a integração e o empreendedorismo focado no desenvolvimento local e representar as associações filiadas junto às autoridades e poderes públicos e outras organizações, inclusive de âmbito internacional.

Na abertura do encontro, a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco, Fernandha Batista, destacou o trabalho que está sendo feito para garantir o abastecimento para todos os pernambucanos. “O Sisar está sendo criado a partir de Moxotó, mas nossa ideia é que, a curto prazo, ele atinja o Estado inteiro. Pernambuco vem trabalhando bastante pela universalização dos serviços de saneamento e as comunidades rurais não podem ficar alheias a essas políticas, nosso desafio é trazer melhorias para os quase dois milhões de habitantes que vivem e desejam permanecer no meio rural,” ressalta.

Além do Sertão do Moxóto, o sistema será implantado em outras onze regiões do estado (Metropolitana; Mata Norte; Mata Sul; Agreste Central; Meridional; Setentrional; Sertão Central: Pajeú; Itaparica; São Francisco e Araripe). Até que autossuficiência financeira do Sisar seja atingida, o projeto contará com apoio técnico da Compesa e do Instituto Agronômico de Pernambuco.

As ações voltadas para o abastecimento de água têm sido tratadas como prioridade em Pernambuco. De acordo com Sistema Nacional de Informações sobre o Saneamento (SNIS), considerando dados consolidados de 2007 até 2018, o Governo do Estado investiu quase R$ 4,2 bilhões no setor em todas as regiões.

O secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto destacou a importância da criação do Sisar. “Tenho certeza absoluta do que estamos começando hoje ficará na história das políticas hídricas de Pernambuco. Vários programas do Governo do Estado viabilizaram a implantação dos sistemas de abastecimento de água, a exemplo, do ProRural e Promata, e de vários investimentos executados através da Compesa no ambiente rural. A institucionalização do Sisar vai garantir a durabilidade desses sistemas”, reforça.

Já a presidente da Compesa, Manuela Marinho, destacou a importância da Companhia nas ações estruturada para o abastecimento das populações rurais. “Daremos todo o suporte necessário para implantação do Sisar. Vamos somar fatores como a expertise comercial e gerencial no serviço de abastecimento e esgotamento sanitário, corpo técnico especializado e apoio especial no controle de qualidade da água, através dos serviços prestados pelos laboratórios regionais”, enfatizou.

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account