Panorama do saneamento nas cidades de Goiânia/GO Manaus/AM

Portal do Saneamento Básico
26/10/2020

Nessa semana, quase 1,5 milhões de goianienses e mais de 2,1 milhões de manauaras comemorarão o aniversário das cidades.

A capital de Goiás e a capital do Amazonas farão no dia 24 de outubro, 87 e 251 anos de existência, respectivamente. Entretanto, o dia de fundação é uma das poucas coisas que essas duas cidades têm em comum, tendo diversos fatores bem distintos, entre eles, o saneamento básico.

Atualmente, de acordo com os dados do Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento (SNIS) – ano base 2018, quando falamos em abastecimento de água, ambas capitais apresentam números acima dos 90%, enquanto a capital do Goiânia têm 99,6% da população com recebimento de água, 91,4% da população da capital do Amazonas recebem os mesmos serviços.

Dados Sobre Saneamento

Quando falamos em esgotamento sanitário, em 2018 Manaus apresentava 12,4% da população com atendimento decoleta de esgoto, e 31,1% dos esgotos da capital do Amazonas eram tratados. É importante destacar que Manaus passou por uma reformulação no saneamento básico, o que pode alavancar os indicadores daqui para frente, com mais acesso à coleta e tratamento dos esgotos. Já Goiânia apresentava 80,6% da população com coleta de esgoto, e 74% dos esgotos da capital de Goiás eram tratados.

As vantagens da expansão da rede de esgoto são diversas: desde a valorização imobiliária, econômica e educacional até a diminuição da proliferação de doenças que coloca em risco à saúde e a qualidade de vida de toda população, deixando claro a importância de investir no setor.

Fonte: Trata Brasil.

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?