Câmara Técnica de Ouvidoria da Aesbe realiza reunião nesta quarta-feira

Por Assessoria de Comunicação da Aesbe

Nesta quarta-feira (27), ocorreu de forma virtual a reunião da Câmara Técnica de Ouvidoria (CTO). O encontro contou com a participação de 25 pessoas de Companhias Estaduais de Saneamento da Aesbe. Com uma pauta voltada para a apresentação do modelo elaborado para o raio-x das Ouvidorias das Companhias de Saneamento, a reunião também debateu a proposta para o encontro nacional da rede de ouvidorias de saneamento.

A reunião também debateu a integração do grupo de trabalho da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) para participação na CTO; a apresentação do relatório estatístico da Ouvidoria da Companhia de Saneamento de Goiás S/A (Saneago); a apresentação da avaliação mensal dos resultados da Ouvidoria da Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará (Cagece); e outros assuntos de interesse da Câmara.

Sobre a importância das discussões sobre a LGPD, Rita Guilherme, secretária da Câmara Técnica, da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), ressaltou a necessidade da consulta regular ao manual de boas práticas. “O manual de boas práticas possui os pontos mais relevantes para a realização das consultas sobre a proteção de dados. É um manual com informações específicas, para que os gestores possam se alinhar e compartilhar informações sobre a LGPD”, pontuou a secretária.

O coordenador da CTO, Eduardo Soares, da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), enfatizou a importância do desenvolvimento da CTO na elaboração do mapeamento das ouvidorias dentro das Companhias.   

“Quando a Câmara foi criada pela Aesbe, o nosso objetivo sempre foi o de gerar frutos. O raio-x das Ouvidorias nas Companhias de Saneamento seria um documento que traria o reflexo de como as ouvidorias do setor estão atualmente, e a partir dos dados coletados poderíamos elaborar propostas e diretrizes para a área. Um questionário foi criado, com diversos temas, para que essa consulta possa ser iniciada”, concluiu o coordenador da CTO.

O encontro foi encerrado com a apresentação do relatório estatístico de ouvidoria da Saneago, apresentado por Stella Márcia, ouvidora e autoridade de monitoramento, e com a avaliação mensal dos resultados da ouvidoria da Cagece, apresentado por Jucilene Maria Paulo, ouvidora adjunta. 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores