Câmara Técnica de Contabilidade e Finanças (CTCF) realiza reunião nesta terça-feira (18), em Brasília/DF

Nesta terça-feira (18), na sede da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe), em Brasília, representantes de diversas companhias de saneamento básico se reuniram para um encontro da Câmara Técnica de Contabilidade e Finanças (CTCF). O evento, que se estendeu das 9h às 18h, foi organizado para abordar temas de extrema relevância para o setor, com a presença, presencial e remota, de especialistas e colaboradores das empresas associadas.

Durante o encontro, foram discutidos tópicos prioritários e a formação de Grupos Técnicos (GTs) com a missão de coordenar e compor as equipes responsáveis por diversas atualizações e elaborações de manuais críticos para o setor. Entre os principais pontos abordados, destacaram-se a atualização do manual de contabilidade societária, essencial para alinhar as práticas contábeis às normas atuais; a elaboração do manual de contabilidade regulatória, visando padronizar procedimentos e garantir maior transparência; e a elaboração do manual de gestão de ativos, focado na eficiência e sustentabilidade na gestão de ativos.

Além disso, foi discutida a atualização do parecer técnico sobre tributos, importante para adequação às recentes mudanças na legislação tributária, bem como a aplicação do IFRS S1 e IFRS S2 ao setor de saneamento, normas internacionais que impactam diretamente a contabilidade das empresas de saneamento. A pauta incluiu também a discussão sobre o CPC 33, que trata de benefícios pós-emprego, a imunidade tributária e o regime de apuração do PIS/Cofins, bem como a realização de testes de impairment, fundamentais para a avaliação do valor recuperável dos ativos das empresas.

A reunião também serviu como plataforma para convidar os presentes ao I Encontro Nacional dos Contadores do Setor de Saneamento Básico (ENCONSAB), que será realizado nos dias 19 e 20 de junho no Auditório da Polícia Rodoviária Federal, em Brasília. Este evento é organizado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANA), com apoio da Aesbe e outras entidades do setor. A programação preliminar já foi divulgada, e espera-se a participação de profissionais de alto nível, incluindo contadores, gestores e reguladores.

A Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento reforçou a importância da colaboração entre as companhias associadas para enfrentar os desafios e implementar as melhorias discutidas. Na ocasião, houve interação e discussão entre os participantes sobre todos os assuntos discutidos. A expectativa é que as deliberações de hoje contribuam significativamente para o avanço do setor de saneamento básico no Brasil.

 

Compartilhe

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores