Câmara de Gravataí (RS) aprova PPP da Corsan

A partir dessa aprovação, o contrato existente entre a Corsan e o município poderá ser prorrogado por 37 anos.

A Câmara de Vereadores de Gravataí aprovou, no final de abril, a adesão à Parceria Público Privada (PPP) da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) que agilizará a universalização do esgotamento sanitário. De autoria do Executivo municipal, o projeto de lei aprovado autoriza a Companhia a realizar a PPP para investimentos na execução de obras e operação do sistema de esgotos. A votação contou com 18 vereadores favoráveis, uma abstenção e nenhum voto contrário. A partir dessa aprovação, o contrato existente entre a Corsan e o município poderá ser prorrogado por 37 anos.

Conforme o projeto da PPP, serão investidos, no sistema integrado de Gravataí e Cachoeirinha, R$ 208,3 milhões pela Corsan e R$ 274.568.000,00 pelo parceiro privado. Haverá a implantação de 688 km de redes de esgoto nos dois municípios, o que deve beneficiar 379 mil habitantes até o ano de 2028. A cobertura de esgotamento sanitário será universalizada, saltando para 87,3% em até 11 anos. A empresa contratada investirá R$ 1,8 bilhão no saneamento de nove municípios da Região Metropolitana, promovendo uma série de benefícios como saúde, preservação ambiental, qualidade de vida e geração de emprego e renda. Com valor total de R$ 9,4 bilhões, o contrato da PPP prevê a realização de obras e a operação do sistema de esgoto sanitário durante 35 anos.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores