Aesbe realiza Assembleia Geral Ordinária nesta quarta-feira para definir estratégias em relação ao PL do Saneamento

O Projeto de Lei nº 3261/2019, que altera o Marco Legal do Saneamento, está em tramitação na Câmara dos Deputados

Por Rhayana Araújo – Assessoria de Comunicação da Aesbe

04/09/2019

O presidente da Aesbe, Marcus Vinícius, e o secretário executivo, Ubiratan Pereira. Foto: Marcos Oliveira

Nesta quarta-feira, 4, os presidentes e representantes das companhias estatais de saneamento se reuniram na sede da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) para discutir um posicionamento conjunto para ser levado à Audiência Pública sobre o Projeto de Lei nº 3261/2019, que será realizada nesta quinta-feira, 5, na Câmara dos Deputados. Participaram da reunião 21 pessoas de 16 Companhias Estaduais de Saneamento.

O presidente da Aesbe e da Companhia da Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Marcus Vinícius Neves, reforçou que a Associação não é contrária à discussão da atualização do marco regulatório do setor. “Se quisermos universalizar os serviços de saneamento, precisamos unir TODOS. Público e privado devem andar juntos. E nós, como membros desta associação, precisamos nos organizar para demonstrar a força que a entidade tem. A Aesbe tem a responsabilidade de orientar os deputados sobre os perigos que o atual texto do PL trás para boa parte da população”, explicou.

O consultor na área de saneamento, Adauto Santos, durante sua apresentação

O secretário executivo da entidade, Ubiratan Pereira, reforçou que a Aesbe é um elo entre todas as companhias estaduais de saneamento. “Estamos aqui sempre à disposição das empresas, prestando assessoria no que for necessário. Nos movimentamos toda semana na Câmara dos Deputados, e demais órgãos ligados ao saneamento, para reforçar o posicionamento da Aesbe em relação ao PL do Saneamento”, disse.

A Aesbe convidou o consultor na área de saneamento, Adauto Santos, para apresentar um levantamento realizado, em que constam dados positivos de atendimento da população brasileira com serviços de água e esgoto. A entidade usará as informações para rebater os dados apresentados pelo Governo Federal e associações do setor privado.

A Audiência Pública Comissão Especial que analisa o PL do Saneamento na Câmara dos Deputados será realizada às 9h30 desta quinta-feira, 5, no Plenário 14 do Anexo II da Câmara dos Deputados.

 

 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores