Aesbe divulga dados de cobertura de água e esgotamento sanitário em capitais brasileiras referente ao ano de 2022

Por Michelle Dioum, com supervisão de Rhayana Araújo

A Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) apresenta os dados da cobertura de água e esgotamento sanitário de 11 capitais brasileiras referente ao ano de 2022. Os índices fornecem uma visão abrangente do desempenho das companhias estatais no setor de saneamento e apontam o excelente desempenho dos serviços de saneamento nas capitais que são atendidas por estatais e destacam áreas de progresso e oportunidades para avanços no setor.

Os referidos dados estão sendo enviados pelas companhias neste mês de maio para o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), sendo, portanto, dados inéditos.

Os dados apresentam diversos indicadores importantes, incluindo o índice de atendimento urbano de água e esgoto, o índice de tratamento de esgoto e as taxas de cobertura de água e esgoto. Além disso, a análise também levou em consideração o índice de atendimento total de água e o índice de atendimento total de esgoto referido aos municípios atendidos com água.

Na análise da cobertura de água e esgoto nas capitais do Brasil, a Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará (Cagece) apresenta alta performance na prestação dos serviços e atende 75,52% da população urbana com água e 56,46% com esgoto, em Fortaleza, no Ceará.  Em Brasília, Distrito Federal, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) apresenta números expressivos fornecendo água a 99% da população urbana e garantindo o serviço de esgoto para 92,31% dos residentes da capital.

A Companhia Saneamento de Goiás (Saneago) possui excelência em sua prestação com índices de 100% para a cobertura de água e 96,31% para esgoto, na capital de Goiás, Goiânia. No Espírito Santo, em Vitória, a  Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) assegura um atendimento eficaz de 100% da população com água e 91% com esgoto.

Na Paraíba, em sua capital João Pessoa, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) apresenta um índice de atendimento total de água de 100%, 83,55% de esgoto e 100% de tratamento de esgoto.

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) garante 100% de atendimento urbano de água, 99,98% de atendimento urbano de esgoto e 100% de tratamento de esgoto, para a população de  Curitiba, capital do estado do Paraná.  No Rio Grande do Norte, na capital do estado Natal, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) possui uma cobertura de água de 100% e cobertura de esgoto de 47,95%.

Em Boa Vista, capital do estado de Roraima, a Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caer) atende com alta eficiência e apresenta  uma cobertura de água de 92,7% e de esgoto de 78,8%. A Companhia de Saneamento do Estado de Sergipe (Deso), prestadora dos serviços de saneamento  no estado de Sergipe, possui uma cobertura de água de 99,78% e de esgoto de 69,65%,  em Aracaju,  capital do estado.

Em Recife, capital do estado de Pernambuco, a  Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) tem uma alta cobertura de água de 94,48% e de esgoto de 29,57%. A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) tem uma cobertura de água de 100%, cobertura urbana de esgoto de 68,39% e cobertura total de esgoto de 65,80%. O índice de tratamento de esgoto é de 100%, na capital do estado de Santa Catarina, Florianópolis.

De acordo com o presidente da Aesbe, Neuri Freitas, os dados da prestação de serviços, de 2022, mostram um excelente desempenho das empresas estatais no setor de saneamento, especialmente nas capitais em que atuam. “É fundamental destacar que mesmo com desafios contínuos em acesso aos investimentos e infraestrutura, as empresas estatais têm desempenhado um papel essencial na prestação de serviços de saneamento, atendendo com alta competência as demandas de água e esgoto nas capitais brasileiras, sempre em busca de ampliar a cobertura dos serviços, melhorar o tratamento de esgoto, garantir a sustentabilidade dos recursos hídricos e atingir a meta de universalização até 2033”, afirma Neuri.

As companhias estaduais fornecem serviços de água e esgoto para uma parcela significativa da população urbana, garantindo acesso essencial a recursos hídricos e contribuindo para a melhoria das condições sanitárias. As 23 companhias associadas à Aesbe atuam em mais de 2 mil municípios brasileiros, com o índice de cobertura de 87,62% em abastecimento urbano de água e 45,83% de esgotamento sanitário (SNIS/2021).

Confira a tabela com o nome das capitais e os índices de cobertura abaixo: 

EstadoCapitalCompanhiaÍndice de cobertura de ÁguaÍndice de cobertura de  Esgoto
CearáFortalezaCagece75,52%56,46%
Distrito FederalBrasíliaCaesb99%92,31%
GoiásGoiâniaSaneago100%96,31%
Espírito SantoVitóriaCesan100%91%
ParaíbaJoão PessoaCagepa100%83,55%
ParanáCuritibaSanepar100%99,98%
Rio Grande do NorteNatalCaern100%47,95%
RoraimaBoa VistaCaer92,7%78,8%
SergipeAracajuDeso99,78%69,65%
PernambucoRecifeCompesa94,48%29,57%
Santa CatarinaFlorianópolisCasan100%68,39%

Compartilhe

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores