Mais de 20 projetos de saneamento são retomados e obras estão em andamento

Agência Pará
18/09/2020

Por Tayná Horiguchi

Ao longo das últimas décadas, os índices de saneamento do Pará acumulam um histórico ruim, sem avanços no importante setor de serviços essenciais à população diretamente ligados à saúde. As pesquisas mais recentes divulgadas por institutos nacionais comprovam com dados de 2010 a 2018 a falta de investimentos no Estado.

Outra comprovação do descaso das gestões passadas ocorreu em junho de 2019, quando a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) participou de uma reunião em Brasília para tratar dos mais de 20 projetos em 12 municípios paraenses que não apresentavam nenhuma evolução nas obras. Na planilha, projetos financiados com recursos do Orçamento Geral da União ou do FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço estavam paralisados, atrasados ou sem nenhuma atualização junto aos agentes financiadores. Trezes deles estavam nessa situação há mais de 12 meses. Entre eles, dois financiamentos para as obras da Estação de Tratamento de Esgoto (Ete) da Bacia do Una, em Belém, três para a ampliação do sistema de abastecimento de água de Castanhal e seis para a ampliação do sistema de água de Santarém. Confira abaixo, os projetos que estavam parados:

 

1 projeto de Ampliação do sistema de abastecimento de água de Tailândia

 

1 projeto de Ampliação do sistema de atendimento de esgoto de Capitão Poço

 

6 projetos de Ampliação do sistema de abastecimento de água de Santarém

 

1 projeto de Ampliação do sistema de abastecimento de água de Breves

 

2 projetos de Ampliação do sistema de abastecimento de Monte Alegre

 

1 projeto de Ampliação do sistema de abastecimento de Oriximiná

 

1 projeto de Ampliação do sistema de abastecimento de Ananindeua

 

1 projeto de Ampliação do sistema de abastecimento de Marituba

 

1 projeto de Ampliação do sistema de abastecimento de Alenquer

 

4 projetos de Ampliação do sistema de abastecimento de Castanhal

 

1 projeto de Ampliação do sistema de abastecimento de Belém

 

2 projetos de Ampliação do sistema de atendimento de esgoto de Belém

 

O Governo do Pará e a Cosanpa retomaram os projetos e todas as obras que estavam paralisadas avançam no Estado. Uma delas foi entregue com pouco mais de um ano da nova gestão: o sistema Beija-Flor, em Marituba, inaugurado em março de 2020 beneficiando 40 mil moradores.

Estação de Tratamento de Esgoto Una

Desde 2016, a obra de implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Una estava paralisada na avenida Arthur Bernardes, em Belém. As atividades foram retomadas em novembro de 2019. A obra vai atender cerca de 90 mil habitantes com capacidade de vazão para tratar 475 litros de esgoto por segundo. Cerca de R$ 84 milhões estão sendo investidos no empreendimento, que realizará o devido tratamento sanitário de esgotos das áreas centrais de Belém. A obra tem previsão de conclusão para maio de 2021.

Ampliação do sistema de abastecimento de água de Castanhal

O projeto é do ano de 2000, mas a obra efetivamente iniciou em 2019 com a autorização do Governo do Estado. Cerca de 25% do projeto de ampliação do sistema de água de Castanhal, região nordeste paraense, já foi concluído. São cinco canteiros de obras para a construção das cinco novas estações de tratamento de água para melhorar o abastecimento para os moradores do município paraense. O investimento é de R$ 105 milhões e irá beneficiar 65 mil moradores de, pelo menos, nove bairros: Jaderlândia, Imperador, Caiçara, Estrela, Cristo Redentor, Usina, Comandante Assis, Santa Catarina e Cohab.

Ampliação do sistema de água de Santarém

Os investimentos no município estavam paralisados desde 2016. Em outubro de 2019 a obra foi retomada e mais de 50% do projeto de ampliação do sistema de abastecimento já foi executado. O Governo do Estado, por meio da Cosanpa, investe cerca de R$ 130 milhões na perfuração de seis poços e na construção de cinco reservatórios e 300 quilômetros de novas redes para ampliar o abastecimento de água para mais de 20 bairros. A previsão de conclusão é em 2021.

Ampliação do sistema de água de Tailândia (Sedop)

A obra do sistema de abastecimento de água teve um investimento de R$ 5,5 milhões. A obra teve início em 2008, mas parou. Recentemente foi feita uma nova licitação para a contratação de uma empresa para concluir a obra. A empresa foi contratada e já está em fase de mobilização de trabalhadores e equipamentos. O trabalho será retomado ainda este ano e a previsão é que a obra seja concluída no segundo semestre de 2021.

Implantação do sistema de esgotamento sanitário de Capitão Poço (Sedop)

A obra do sistema de esgotamento sanitário teve início também em 2008, um investimento de R$5,1 milhões. Atualmente a Sedop trabalha para reativar a licença ambiental para a retomada da obra.

Sistema de abastecimento de água em Monte Alegre

No município do oeste paraense, a Cosanpa prossegue com as obras de ampliação do sistema de abastecimento de água, iniciadas em 2019. Um investimento do governo do Estado de R$ 10 milhões. O projeto de ampliação do sistema inclui a construção de dois sistemas de vácuo, com capacidade de produção de 110,00 m³, implantação da adutora de água tratada entre o reservatório do Largo da Memória e o reservatório do Lauro Sodré, assentamento de 17.272 metros de redes de distribuição de água, execução de 3.800 ligações domiciliares com hidrômetro, execução de 2.906 micromedições em ligações domiciliares já existentes, implantação do sistema de automação e recuperação das unidades existentes.

Sistema de abastecimento de água de Alenquer

Em Alenquer, por exemplo, a obra estava parada e foi retomada em novembro de 2019. Serão construídas a área de captação flutuante, estação com capacidade para tratar 142 litros de água por segundo, reservatório apoiado com 1.500 m³ de capacidade, elevatória com três conjuntos motobombas, sendo dois para operação e um reserva. Também constam no projeto: reservatório elevado com capacidade de 1000 m³, casa de química, adutora de água bruta em PEAD (Polietileno de Alta Densidade), 10km de rede de distribuição de água, 802 ligações domiciliares com hidrômetros e sistema de automação.

Sistema de abastecimento de água de Oriximiná

Em Oriximiná, segue em andamento a construção da estrutura da captação no Rio Trombetas, com capacidade de bombeamento de 648 m³ de água por hora; implantação de adutora de água bruta em PEAD; estação com capacidade para tratar 648 m³ por hora; dois reservatórios apoiados com capacidade total de 1000 m³; casa de bombas; dois reservatórios elevados. Haverá reforma do reservatório apoiado e da casa de bombas, com instalação de novos equipamentos; reforma do prédio da administração, 44 quilômetros de rede de distribuição, 4.512 ligações domiciliares com hidrômetro e sistema de automação.

Sistema de abastecimento de água em Ananindeua

As obras no sistema de abastecimento de água no bairro Águas Lindas estão em andamento. O investimento é de mais de R$ 16 milhões e irá beneficiar 78 mil moradores do município.

Sistema de abastecimento de água em Breves 

As obras foram retomadas em julho de 2019 pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), em ato que contou com a presença do governador Helder Barbalho. O projeto iniciado em 2013 ficou anos paralisado. O investimento ultrapassa R$ 20,5 milhões, destinado a garantir a melhoria do abastecimento de água aos moradores de Breves.

As obras de ampliação do sistema de abastecimento de água no município de Breves, no Arquipélago do Marajó, seguem em ritmo acelerado. Etapas que estavam em construção no início do ano avançaram, como o reservatório elevado de água, que foi construído em concreto, e a base da estação de tratamento de água (ETA), que já está pronta.  A ETA terá oito decantadores (tanque para decantação da água), quatro floculadores (equipamento utilizado para formação de flocos) e quatro filtros (para filtração da água).

(Com apoio da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas)

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?