Maia prevê que proposta para saneamento terá 350 votos

Valor Econômico
06/12/2019

Por Marina Guimarães

Presidente da Câmara contabiliza que já possui maioria

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estimou que o projeto que trata do novo marco regulatório do saneamento básico poderá ser aprovado na Casa com até 350 votos. Ele falou sobre o assunto em entrevista à imprensa em Buenos Aires, ontem, após reunião com o par argentino, o deputado Sérgio Massa, aliado do presidente eleito, Alberto Fernández.

“Votação de matéria importante, polêmica, é um processo em construção. A gente está construindo uma maioria e acho que vamos ter um resultado na próxima semana e é melhor do que as pessoas estão imaginando”, disse Maia.

Ele contabiliza que já possui maioria, com 280 votos, “mas acho que com o acordo que estamos construindo vamos poder chegar a 350 votos”. Para o deputado, com estes números, a Câmara estará “dando uma demonstração clara para a sociedade brasileira que nós entendemos que o déficit do saneamento, a falta de redes de esgoto, principalmente para a maioria da sociedade brasileira, é um problema urgente que precisa de ter uma solução, agregando capital privado”.

Entre outros pontos, o projeto estabelece prazo obrigatório para a licitação de serviços de saneamento básico, como a coleta de esgoto, entre empresas estatais e privadas. “A gente sabe que os Estados, municípios e a própria União estão em para investimentos de infraestrutura como saneamento. Então, é importante ter uma regra onde a gente possa valorizar, ao mesmo tempo, as empresas existentes, e a possibilidade de concorrência e concessão de capital privado no setor de saneamento”, afirmou.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account