Maia diz acreditar já haver votos para aprovar reforma da Previdência no Plenário

Por ser uma proposta de emenda à Constituição, são necessários 308 votos favoráveis, em dois turnos. Texto, no entanto, ainda precisa ser aprovado em comissão especial

Reportagem – Tiago Miranda

Edição – Marcelo Oliveira

Agência Câmara Notícias

04/07/2019 – 00h10

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse agora à noite que considera já haver votos necessários para aprovar a reforma da Previdência (PEC 6/19) no Plenário. São necessários 308 votos em dois turnos para o texto ser aprovado na Câmara. “Não gosto de falar número, mas há mais votos do que eu imaginava”, afirmou.

Ao ser questionado se o número seria maior que 325 deputados – margem mínima sugerida pelo presidente para colocar o texto em votação, Maia respondeu que seria “um pouco mais”.

Segundo ele, os deputados querem votar o texto antes do recesso parlamentar, que se inicia em 18 de julho, de acordo com a Constituição. “Quando se forma uma maioria e essa maioria quer votar, a gente vota”, comentou.

O presidente acrescentou que a Câmara tem trabalhado a favor da aprovação do texto. “Essa reforma seria aprovada em 2060 se não fosse o compromisso das deputadas e dos deputados.”

Antes de ir para o Plenário, a proposta tem de ser aprovada pela comissão especial responsável pela análise da matéria.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

PEC-6/2019

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account