Deso promove palestra e cursos preparatórios para o PNQS

A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), através da Assessoria de Controle da Qualidade (ASQC), promoveram no último dia 19, palestra de abertura para mais uma edição do Prêmio Nacional de Qualidade em Saneamento (PNQS), ciclo 2018, além deapresentar os cursos sobre Gestão Classe Mundial, que acontecem nos dias 20, 23 e 24 de abril, no auditório central, com o objetivo de orientar os funcionários da empresa para mais uma edição do Prêmio.

O diretor-presidente Carlos Melo ressaltou a importância dos empregados a participarem das avaliações e ações promovidas pelo PNQS que é um prêmio realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES. “O PNQS é um prêmio muito justo e correto. Ano passado, participamos e ganhamos um troféu prata e um bronze, e isso traz muita alegria para a Deso,pois mostra o resultado que estamos implementando no modelo de excelência de gestão, buscando cada vez mais a satisfação dos nossos clientes, além de condições para que o nosso corpo técnico profissional trabalhe e traga resultados satisfatórios. E quem ganha é a sociedade, a empresa e o nosso acionista maior, o governo, com o resultado da gestão. É importante disseminara importância do PNQS na empresa. Algumas unidade já avançaram bastante nesse processo, pois já tivemos um segundo lugar, um troféu prata a nível nacional, e esse ano estamos entrando com 10 unidades nesse processo que começa agora e termina no final do ano, isso é muito importante para que seja lançada essa semente na empresa, e em breve toda a Companhia possa estar envolvida no processo de excelência”, disse.

IMPORTÂNCIA DOS PROCESSOS

A palestra mostrou a importância dos processos para participar das categorias de premiação, que acontecem há 21 anos. Rodolfo Candeia que é Administrador de Empresas, possui MBA em “Critérios de Excelência” e tem 20 anos de consultoria com “Processos de Qualidade”, proferiu palestra e explicou a relevância da participação no prêmio. “É um processo que começou em 1997 e vem transformando o setor de saneamento, através da melhoria da gestão das organizações. A Deso está participando há algum tempo e vem colhendo bons frutos. Nesse ciclo, existe a vontade de ter um volume maior de unidades participando e, como é um processo que buscamos desenvolver a interação das áreas, o inter relacionamento das pessoas, fazendo uma explanação do que isso significa, quais são os benefícios e o por quê dessa iniciativa chamada PNQS, que vem contribuindo muito para o setor”, ressaltou o palestrante.

O Coordenador da Agência de Receitas da Deso, Rosival de Oliveira Souza, foi um dos empregados que participaram e foram premiados no PNQS. Ele contou um pouco da sua trajetória nos anos em que participou do prêmio e incentiva os colegas a participarem, porque além do reconhecimento é uma forma de aprimorar o desempenho no setor de trabalho. “A minha experiência com o PNQS começou em 2010, já era o segundo ano que a Deso vinha participando do modelo. Em 2009 participou com uma diretoria, 2010 entenderam que deveriam começar com unidade menores para o modelo ir se firmando. Em 2010 eu estava trabalhando na regional do sertão, na época era supervisor e fazia parte da equipe, a unidade conseguiu êxito e foi premiada. O primeiro prêmio de PNQS da Deso foi com a unidade do sertão em 2010. EM 2011 a gente participou do curso, mas não houve candidatos, em 2014 foi que eu voltei como candidato, não ganhei o prêmio, mas fui diplomado e nessa época era gerente da região norte e fomos premiados. O reconhecimento é quando você se aproxima mas não alcança aquela régua. Em 2016 fui candidato também como gerente da região norte, nessa época conseguimos a premiação, 2017 estava na regional do sertão novamente, mas como coordenador, fomos para o nível dois e conseguimos a premiação. Em 2018 na sede na gerência de receitas e gerência se candidatou e esperamos ganhar novamente” completou.

Para Isabel Cristina Pereira Alves, Assessora de Controle de Qualidade da Deso, o intuito é aprender a metodologia e implantar na empresa. “É uma ferramenta de gestão, é um trilho, um norteador fazendo com que a gente melhore os nossos processos. Nós não estamos atrás de prêmios. O prêmio é uma consequência, o que a gente quer de fato é aprender a metodologia e implantar na Deso. A metodologia que é preconizada pela Fundação Nacional de Qualidade, na sua 21ª edição. Estamos conhecendo o Modelo de Excelência de Gestão – MEG para implantar dentro da casa, como o PNQS é um instrumento de gestão que trabalha, usa e tem o MEG como um princípio base-lar, nos utilizamos do PNQS para implantar o modelo de Excelência de Gestão na Companhia e para isso começamos um processo de candidatura. Os cursos que estão sendo ministrados a partir do dia 20 até 27 de abril que vem fazendo parte de um pacote de etapas das candidaturas, assim que encerrados, iniciaremos a escrita do Relatório de Gestão – RG, para depois postar e receber a visita dos examinadores. A candidatura tem várias etapas, estamos na primeira etapa do processo que são os cursos onde os funcionários aprendem a escrever o RG, conhecendo o Modelo de Excelência de Gestão, conhecendo os critérios e se preparando para a escrita final do caderno” finalizou.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account