Descarte incorreto de resíduos compromete bom funcionamento da rede de esgoto

Portal Saneamento Básico
19/01/2020

O descarte incorreto de resíduos pode acarretar o entupimento das ligações ou das redes, o extravasamento das tubulações e até mesmo o retorno do esgoto para dentro dos imóveis.

Fernando Cortez, coordenador operacional da BRK Ambiental, ressalta que com a pandemia, as pessoas têm passado mais tempo em casa e os cuidados precisam ser redobrados.

“É fundamental que a rede esteja em boas condições e ainda mais importante no verão, já que a estação é marcada pelo aumento do volume de chuva”, orienta.

Ele destaca ainda uma outra prática bastante nociva, que é a interligação indevida e irregular da água de chuva na rede de esgoto.

“Essa atitude, muitas vezes causada por desconhecimento sobre o assunto, assim como as ligações clandestinas, são proibidas por lei. É algo que pode causar o entupimento e o extravasamento do esgoto em vias públicas e pelos ralos e vasos sanitários de domicílios, estabelecimentos comerciais e indústrias. As redes de esgoto são projetadas para receber, exclusivamente, o efluente dos banheiros, das pias e da cozinha”, explica. 

Programa de Vistoria Residencial

A concessionária, por prestar um serviço essencial de saneamento ao município de Cachoeiro de Itapemirim, realiza o Programa de Vistoria Residencial, com o objetivo de orientar a população sobre as medidas necessárias para evitar problemas na rede de esgoto

O trabalho inclui a realização de vistorias no interior dos imóveis. A equipe da BRK Ambiental visita as residências devidamente identificada e seguindo todos os protocolos sanitários e de higienização recomendados contra a Covid-19.

Medidas para evitar problemas nas redes de esgoto:

  • O óleo de fritura, depois de utilizado no preparo dos alimentos, deve ser armazenado em garrafas plásticas e entregue nos pontos de coletapara que seja destinado a empresas que o adotam como matéria-prima.
  • Faça uso das caixas de gordura e mantenha-as sempre limpas, para evitar transtornos com as tubulações de esgotodentro dos imóveis.
  • Todo imóvel deve ter uma caixa de inspeção ou Terminal de Inspeção e Limpeza (TIL) acessível na calçada ou próxima a ela, para que seja possível identificar problemas no esgotamentoe realizar a manutenção das ligações de esgoto.
  • Todo imóvel deve manter separada arede de esgoto das tubulações de água pluvial (água de chuva).
  • Em casos de entupimentos, extravasamentos ou retornos deesgoto, a população pode comunicar o fato à empresa por meio dos canais de atendimento remotos, como o telefone gratuito 0800 771 0001 ou pelos perfis da empresa nas redes sociais.

Fonte: ES Hoje 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?