Concessão terá 44 ativos neste ano, diz Freitas

Valor Econômico
13/02/2020

Por Rafael Bitencourt

País está iniciando um novo ciclo de crescimento, afirma Tarcísio de Freitas

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse que o ritmo de entregas do programa de concessões do governo federal será mantido neste ano, com previsão de oferta de mais 44 ativos. Segundo ele, será possível concluir cerca de 52 obras neste ano. “Vamos entregar praticamente uma obra por semana”, afirmou.

Para Freitas, o governo Jair Bolsonaro conseguiu estruturar o programa de concessões “mais sofisticado do mundo”. Isso porque boa parte dos riscos da economia brasileira enfrentados pelos investidores será endereçada nos novos modelos de contrato.

O ministro, que participou ontem do evento Seminário de Abertura do Legislativo de 2020, citou como exemplo a tratamento do risco cambial para o investidor estrangeiro, que será amortizado no valor de outorga estipulado no edital de abertura da concessão.

Freitas afirmou que, dadas as condições criadas pelo governo Jair Bolsonaro, agora o “Brasil está programado para dar certo”. Ainda no embalo, afirmou que o país deve chegar ao fim do ano com o crescimento econômico batendo entre 2,5% a 2,7%. “Estaremos em 2021 crescendo mais ainda.”

Freitas voltou a comparar a economia brasileira ao avião com duas turbinas, uma é movida pelo setor privado, e a outra, pelo público. Ele disse que o país não pôde contar no ano passado com os investimentos públicos para impulsionar a economia.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?