Comissão que discutirá novo marco do saneamento deve ser instalada nesta quarta, diz Maia

Segundo o presidente da Câmara, objetivo é analisar propostas do Senado e do governo sobre o tema. Em junho, medida provisória que criava novo marco regulatório perdeu validade.

Por Fernanda Vivas, TV Globo — Brasília

19/08/2019 19h50

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira (19) que a Casa deve instalar nesta quarta (21) a comissão responsável por analisar o projeto do novo marco regulatório do saneamento básico.

A declaração foi dada em uma gravação divulgada pela assessoria do deputado. Na prática, a instalação da comissão permitirá o início do debate sobre o tema.

Segundo Rodrigo Maia, Evair Vieira de Melo (PP-ES) deverá ser o presidente da comissão e Geninho Zuliani (DEM-SP), o relator.

Em junho, a medida provisória que criava o novo marco regulatório perdeu validade por não ter sido votada a tempo. Com isso, o Senado decidiu dar prioridade a um projeto sobre o tema e aprovou o texto.

Na opinião de Rodrigo Maia, o texto aprovado pelo Senado “é muito bom”, mas é possível a Câmara fazer “algumas mudanças”.

“Na quarta eu vou estar presente junto com os membros para mostrar a importância e a urgência desse tema”, declarou Rodrigo Maia.

Entenda

O texto aprovado pelo Senado permite que empresas privadas prestem serviços de saneamento básico por meio de contrato de concessão.

São considerados serviços de saneamento:

abastecimento de água potável;

coleta e tratamento de esgoto;

limpeza urbana;

redução e reciclagem do lixo.

O projeto também:

determina a abertura de licitação, com a participação de empresas públicas e privadas;

acaba com o direito de preferência das companhias estaduais.

O que diz o governo

No texto enviado ao Congresso, o Poder Executivo afirma que a proposta prioriza a segurança jurídica e estabelece condições de competição entre empresas.

“Além de modernizar o marco legal do saneamento, a presente proposta de Projeto de Lei em questão prioriza a segurança jurídica e regulação adequada como condições essenciais para o desenvolvimento do setor de saneamento. Estabelece condições sadias de competição entre empresas, fortalecendo o papel do titular desses serviços, que passam a pleitear maiores investimentos, melhor qualidade e menores preços dos serviços prestados à população”.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?