Comissão aprova regulamentação de agentes indígenas de saúde e saneamento

Folha BV
01/07/2021

O PL regulamenta a profissão de Agente Indígena de Saúde (AIS) e Agente Indígena e Saneamento (AISAN), dentro do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena

A deputada Joenia Wapichana (REDE-RR) teve aprovado o relatório favorável ao Projeto de Lei 3514/2019, de sua autoria, que regulamenta a profissão de Agente Indígena de Saúde (AIS) e Agente Indígena e Saneamento (AISAN), dentro do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena.

Esses profissionais têm sido imprescindíveis na prevenção e combate à Covid-19 junto aos povos indígenas e vêm atuando no atendimento básico nas comunidades desde a década de 1980, sem qualquer regulamentação profissional. São mais de 400 profissionais de saúde indígena em Roraima e mais de 7 mil em todo o país, os quais prestam serviço para mais de 770 mil comunidades indígena no Brasil.

“Tenho lutado bastante para que esse projeto seja aprovado, inclusive nas reuniões de líderes, tenho colocado constantemente, desde abril, como prioridade no meu mandato. Venho acompanhando há muitos anos a situação da saúde indígena. Eu sei que esses profissionais têm enfrentando o desafio de terem suas categorias profissionais reconhecidas dentro do sistema de saúde indígena, que é específico e diferenciado”, disse Joenia.

A parlamentar lembrou que esses profissionais, atuantes desde a década de 1980, começaram a ser contratados somente a partir de 2010 pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai). “Merecem o reconhecimento do Estado brasileiro, para formação e adequação, e terem seus direitos trabalhistas. Agora, mais do que nunca, estão no dia a dia enfrentando essa pandemia nas comunidades onde não permanecem profissionais não indígenas. dedicando sua vida a essa profissão que é tão valorosa”, destacou Joenia.

A deputada agradeceu a deputada Vivi Reis (Psol-PA) pela leitura do relatório, de autoria do deputado Túlio Gadelha (PDT-PE), que não só reconheceu a importância do projeto para esses profissionais como também apontou a garantida da participação da comunidade indígena nos processos de seleção dos agentes indígenas de saúde e de saneamento. “O respeito às minorias é fundamental para a construção de uma sociedade democrática e deve pautar, em especial, a atuação dos órgãos responsáveis pela saúde da população”, assinalou o relator.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?