Casal tem superávit pelo 2º ano seguido e confirma recuperação econômica

Superávit da Casal foi de de R$ 7,5 milhões, em 2017.

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) apresentou um superávit de R$ 7,5 milhões em 2017, conforme consta em seu balanço financeiro publicado no final de abril. Esse foi o segundo ano seguido em que a empresa estatal teve saldo positivo em suas contas. Em 2016, o superávit alcançado também foi de R$ 7,5 milhões.

Apesar de parecer pequeno, o valor é bastante representativo para a Companhia, que durante décadas vinha dando déficit. Em 2014, por exemplo, o saldo negativo foi de R$ 53 milhões. Já em 2015 – primeiro ano da atual gestão – o déficit foi reduzido para R$ 23 milhões.

“A partir de 2016, mudamos essa situação, começamos a mostrar que, de fato, a Casal é uma empresa viável e que pode dar superávit para aumentar sua capacidade de investimento em obras e serviços que melhoram a qualidade de vida dos alagoanos”, acrescentou o presidente da Companhia, Clécio Falcão.

Segundo ele, a obtenção de superávit por dois anos seguidos só foi possível devido a várias medidas de gestão adotadas na empresa, entre elas as seguintes: o reequilíbrio tarifário, tendo em vista que as tarifas cobradas estavam defasadas em relação aos custos dos serviços, ao enxugamento de todos os contratos em vigor – sem que, para isso, fosse necessário cancelar nenhum deles; a melhoria de diversos sistemas para aumentar o fornecimento de água e, consequentemente, o faturamento; a intensificação das ações de combate a fraudes no consumo de água; a negociação para receber débitos em atraso de municípios.
Clécio Falcão ressaltou que em todas as medidas há o apoio do Governo de Alagoas. “Devido a esses resultados positivos e com o objetivo de universalizar o saneamento (fornecimento de água e coleta de esgoto), o Estado, pela primeira vez, firmou uma parceria com a Companhia para investimento de R$ 100 milhões em obras e serviços em vários municípios, sendo R$ 50 milhões da Casal e R$ 50 milhões do Tesouro Estadual”, pontuou.

“Agora, a Casal tem condições de investir com recursos próprios. A empresa não visa o lucro, mas sim ter saldo positivo para melhorar seus serviços e dar mais qualidade de vida à população”, finalizou o presidente.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?