BNDES pode sim emprestar para projetos de infraestrutura, diz diretor

Valor Econômico
06/12/2019

Por Gabriel Vasconcelos

Banco diz ter disponível R$ 70 bilhões para financiamentos na área, mas intenção é que valor emprestado seja menor para estimular o crédito privado

O diretor de Infraestrutura do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Fabio Abrahão, afirmou que, hoje, o valor dos investimentos relacionados a projetos de saneamento estruturados pelo banco é de ao menos R$ 20 bilhões, o equivalente a 10% do montante envolvido na carteira de infraestrutura (R$ 200 bilhões).

Abrahão afirmou que, ao fim do processo de estruturação das concessões de saneamento e outros setores, o banco poderá sim surgir como opção para o financiamento de parte dos empreendimentos, o que, “no limite”, poderá chegar a R$ 70 bilhões em empréstimos para o setor no ano que vem – essa é a média dos financiamentos em infraestrutura do BNDES nos últimos anos. O planejamento, entretanto, é ficar abaixo desse valor para estimular a entrada de crédito privado.

“O Banco tem bastante recurso, esse não é o gargalo. O BNDES, no limite, pegando o histórico, [pode emprestar] na ordem de R$ 70 bi. Se for no limite, o que não é o que gostaríamos, seria R$ 70 bilhões em empréstimos”, disse Abrahão a jornalistas após participar de evento sobre saneamento na sede do BNDES, no Rio.

Desde o início do governo de Jair Bolsonaro, membros da equipe econômica e do próprio BNDES vêm dando sinais de que o plano é reduzir o tamanho do banco em sua atividade de financiamento e privilegiar a preparação de projetos.

O diretor disse que, especificamente na área de saneamento, o banco prepara projetos “a partir da combinação de municípios que têm maior densidade populacional, de maior capacidade de pagamentos, com municípios menores” para tornar as concessões ou parcerias atrativas ao capital privado e, ao mesmo tempo, funcionais ao cidadão.

“Esse desenho inteligente é completamente possível, não é um desafio tão grande quanto pregam alguns. Vários negócios no Brasil funcionam assim, é o filé e o osso. Isso acontece em quase todas as cadeias de valor”, disse.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account