Mais da metade dos municípios têm prefeituras na gestão de abastecimento de água, diz IBGE

Valor Econômico
22/07/2020

Por Alessandra Saraiva

Na prática, o quadro mostra a clara ausência da iniciativa privada na gestão desse tipo de negócio no país

As prefeituras são preponderantes na gestão de abastecimento de água do país, e respondem por mais da metade do controle deste serviço no total de cidades brasileiras. A presença da gestão municipal é ainda mais forte em cidades grandes — onde é responsável por gestão desse serviço em mais de 70% do total dos municípios de grande porte. É o que informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em sua pesquisa de Suplemento de Saneamento na Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic 2017).

Na prática, o quadro mostra a clara ausência da iniciativa privada na gestão desse tipo de negócio no país — em um momento em que governo discute novo marco legal de saneamento, criado para atrair iniciativa privada para o setor.

Nos dados do Suplemento, do total de 5.570 de municípios com serviço de abastecimento de água, 54,8% tem órgão municipal como responsável. Nas cidades com mais de 500 mil habitantes, esse percentual é de 71,4%, informou o IBGE.

Fonte: IBGE

O instituto apurou ainda interesse pouco expressivo em legislação municipal para proteção de mananciais. De acordo com a pesquisa, do total de municípios, menos da metade, ou 44,7%, tinham legislação municipal para proteção de manancial. No Nordeste, esse percentual é ainda menor: apenas 29,2% dos municípios naquela região tinham legislação municipal de proteção de mananciais.

 

 

 

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?