Licitação para projeto que terceiriza saneamento de MS será publicada este mês

Campo Grande News
04/06/2020 

Por Rosana Siqueira

A iniciativa prevê investimento de RS 3,8 bilhões na operação e manutenção do sistema de esgoto em 68 cidades

O edital de licitação para a Parceria Público Privada (PPP) de Esgotamento Sanitário que visa terceirizar estes serviços em Mato Grosso do Sul deve ser publicado até o final deste mês. A medida foi aprovada ontem pelo Conselho de Administração da Empresa de Saneamento de MS-Sanesul.

Após a publicação do edital, a Sanesul terá 100 dias para realizar o leilão que será realizado na Bolsa de Valores de São Paulo, na B3.  O investimento previsto é de RS 3,8 bilhões na operação e manutenção do sistema de esgoto que deve ser encampada no sistema de concessão privada nos 68 municípios atendidos pela estatal.

“Esse é o passo mais importante para atingir a meta que estamos perseguindo desde o início de nossa gestão, que é fazer com que o Mato Grosso do Sul seja o primeiro Estado da federação a ter a universalização do saneamento”, comentou o Diretor Presidente da Sanesul Walter Benedito Carneiro Jr, durante videoconferência realizada na tarde de ontem.

A atual gestão da Sanesul vem executando uma série de obras de saneamento espalhadas nos 68 municípios atendidos pela estatal, além do projeto de parceria. Diversas ordens de serviços foram dadas para a execução de obras do Programa Avançar Cidades, totalizando mais de RS 445 milhões em investimentos, beneficiando milhares de sul-mato-grossenses.

 “Mesmo num momento de dificuldade, após consulta com o ambiente de investimentos no saneamento básico, percebemos a clara disposição do setor privado em alocar recursos para saneamento básico.  Com o apoio do Governo Federal, Governo do Estado e agora as Parcerias Públicos Privadas não temos dúvidas de que  o Estado de Mato Grosso do Sul mais uma vez sai na frente no cenário nacional no que diz respeito a cobertura  de esgotamento sanitário”, lembrou o presidente da Sanesul.

Investimentos –  Do montante a ser investido na PPP, RS 1 bilhão será destinado para obras e RS 2,8 bilhões na operação e manutenção do sistema de esgotamento sanitário. Com isso, o projeto PPP tem como meta atingir a universalização do sistema de esgotamento sanitário com 98 % de cobertura no prazo de 10 anos, por meio de obras e serviços de execução, recuperação e manutenção da infraestrutura de esgotamento.

O projeto prevê a implantação de mais de 4.600 quilômetros de rede de esgoto, 85 estações de tratamento de esgoto, com 108 km de receptores e emissários, disponibilizadas aproximadamente 380 mil ligações de esgoto, além da conservação e manutenção do sistema existente.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?