Governo do Maranhão dialoga com Agência Francesa sobre investimentos e melhorias para a Caema

Por Assessoria de Comunicação da Caema

 15 de Julho de 2019 09:18

O Governo do Estado e Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) dialogam sobre investimentos e melhorias para a Caema. Esta é a terceira vez que uma comissão formada por integrantes da AFD vem ao Maranhão para tratar de investimentos futuros no estado, com o apoio do governo francês.  A intenção é alocar recursos que possam gerar melhorias efetivas no sistema de distribuição de água de São Luís, com a implementação de um amplo programa de redução e controle de perdas.

Na primeira visita da missão da AFD ao Maranhão, em novembro de 2018, a intenção era conhecer a estrutura disponível e avanços obtidos por meio das ações da Caema e os esforços realizados pelo Governo do Estado para elevar os indicadores do saneamento básico no Estado. Já em março de 2019, a pauta das discussões entre a missão da AFD e o Governo do Estado, junto à Caema, fundamentou-se na possibilidade de investimentos futuros com apoio do governo francês, para elevar o padrão e abrangência, tanto dos serviços de coleta e tratamento de esgoto, quanto do fornecimento de água tratada dando maior eficiência e aproveitamento para os recursos naturais disponíveis.

Desta vez, os representantes franceses e a Caema, reunidos na sede da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) na quinta (11) e sexta (12), com a participação dos Secretários de Estado de Planejamento, Fazenda, Cidades, Programas Especiais e vários técnicos do Governo, promoveram ampla troca de informações e definiram as bases para a alocação dos investimentos, explica Guillaume Dumont, chefe da área de financiamentos estruturados da AFD.

“Nesse momento, nós estamos avaliando sob o ponto de vista situacional, para que no âmbito institucional, financeiro e econômico atual da empresa, se estabeleça um financiamento em favor da Caema”, diz ele.

O presidente da Companhia, Carlos Rogério Araújo, conta que entre os principais nichos destacados está parte do programa de eficientização energética da Caema. “Se considerarmos hoje a estrutura disponível em termos de pontos de captação de água, temos mais que o suficiente em produção para abastecer a população, entretanto, as perdas representam claramente um obstáculo que precisamos superar, para que se cumpra este processo com excelência alcançando melhores resultados”, comentou.

Para missão francesa, além da contrapartida objetiva, estes investimentos permitem ganhos para a população do estado e também impactos positivos ao desenvolvimento sustentável, algo que interessa ao mundo todo.“A redução de perdas e a preservação deste bem tão importante que é a água, tem um impacto benéfico de modo geral sobre o clima.  Também diz respeito ao fato de que será possível ofertar um maior e melhor acesso a água para todos”, avalia Guillaume Dumont.

A AFD- Agence Française de Développement, que pretende investir no estado e ajudar a Caema a otimizar seus serviços em saneamento básico, atua em cinco continentes e financia projetos em mais de 110 países em prol dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que leva em conta 17 metas globais estabelecidas pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) tendo por objetivo a criação de um mundo mais justo e sustentável.

Com essa finalidade, a agência que atua como uma espécie de banco, alocou somente no ano passado recursos da ordem de 11 milhões de euros. A AFD dispõe de um olhar especial sobre a América Latina e nesse momento para o Maranhão que persegue o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account