Estação de tratamento de esgoto é reativada em Arcos/MG

Portal do Saneamento Básico
02/03/2020

A eficiência de pureza da água que retorna ao rio chega a 97%, sendo que a extinção de coliformes fecais chega a 99,9% após a realização do processo de tratamento do esgoto.

Desde meados do ano de 2019, a nova ETE (Estação de Tratamento de Esgotos) de Arcos esteve paralisada, devido a problemas nos equipamentos instalados, e que necessitaram de manutenção e até mesmo substituição de algumas peças.

Cumprindo prazos legais, a prefeitura realizou a manutenção nas duas bombas, trocou o transformador para aumentar a capacidade de trabalho, adquiriu peças e instalou um novo painel para suportar toda a carga de trabalho necessária, totalizando R$140.443,48.

Com o trabalho desempenhado, a nova ETE, cujo sistema é composto por 8 lagoas anaeróbicas, 1 facultativa e 2 de polimento, passou a operar corretamente. A eficiência de pureza da água que retorna ao rio chega a 97%, sendo que a extinção de coliformes fecais chega a 99,9% após a realização do processo de tratamento do esgoto.

Outro caso a se considerar é que, com a nova estação, situada a 4 km mais abaixo da antiga, os imóveis da região Norte recuperam a valorização e se tornam mais atrativos, aquecendo o mercado.

A antiga Estação de Tratamento de Esgotos – ETE – edificada na Zona Norte, entre os bairros Gameleira e Esperança, e inaugurada no dia 17/12/2004 cumpriu suas funções por muito tempo, e, ocasionalmente, ainda cumpre como sobressalente, como aconteceu nos últimos meses.

Fonte: Jornal cidade

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?