Edital da Cedae sai ‘no máximo’ até o fim da próxima semana, diz Castro

Valor Econômico
16/12/2020

Por Gabriel Vasconcelos

Governador em exercício do Rio disse que os termos do novo marco do saneamento, aprovado nesse ano pelo Congresso, criou vulnerabilidades à companhia, mas que o formato da concessão prevista ainda é o melhor para a empresa

O edital de concessão de parte dos serviços da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) “deve ser lançado até o final desta semana ou, no máximo, até o fim da próxima semana”, afirmou nesta quarta-feira o governador em exercício do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC).

A previsão abre, portanto, a possibilidade de atraso de alguns dias para a divulgação do documento, antes com data marcada para a sexta feira, 18 de dezembro. Com a publicação, o governador espera concluir o processo de privatização ainda dentro do primeiro trimestre de 2021.

Castro condicionou a publicação do edital da Cedae às aprovações do documento em duas reuniões marcadas para esta semana, sendo a primeira hoje, do conselho de administração da Cedae, composto por 11 membros. Amanhã acontece, segundo Castro, a reunião do Conselho da Região Metropolitana. Ele fez as afirmações em entrevista à rádio CBN.

A primeira reunião, dos conselheiros da Cedae, daria a chancela da própria Cedae ao processo e a segunda, do Conselho Metropolitano, o aval das prefeituras que mantêm contratos de prestação de serviços com a companhia. Até o momento, 47 de 64 municípios servidos pela Cedae aderiram ao projeto.

Um dos principais gargalos do processo, essa articulação com prefeitos durou dois anos e, se não for confirmada até o fim desse ano, pode comprometer os planos do governo estadual, uma vez que haverá renovação no comando de mais de 60% das cidades fluminenses e os novos mandatários podem mudar de opinião com relação à privatização da Cedae.

Castro disse ainda que os termos do novo marco do saneamento, aprovado nesse ano pelo Congresso Nacional, criou vulnerabilidades à Cedae, mas que o formato da concessão prevista ainda é o melhor para a companhia.

“O marco de saneamento colocou a Cedae em situação de vulnerabilidade e as metas financeiras são muito avançadas para a situação das contas do estado, muito combalidas. Mas o nosso comprometimento com cronograma de obras e a tarifa de água acordadas são as melhores saídas para hoje. Tudo dando certo, no primeiro trimestre do ano que vem, vai ser feito esse leilão”, disse.

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?