Sanepar verifica se ligações de esgoto estão regulares em Foz

Nos próximos 12 meses, serão vistoriados 8 mil imóveis para evitar danos ambientais.

Por Gerência de Comunicação e Marketing da Sanepar

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) inicia, nesta semana, vistorias técnicas nos imóveis em Foz do Iguaçu (PR) para verificar se a interligação entre a rede interna e a rede coletora de esgotos está instalada de maneira correta.

Serão visitados 8 mil residências nos bairros São Roque 3, Morumbi e Portal da Foz, Fátima Osman e parte do Jardim Panorama. As vistorias devem terminar em 2019 e os últimos locais visitados serão os bairros Cidade Nova e Universitário 2. Nesses bairros, a obra de ampliação da rede de esgoto está sendo executada e deve terminar no final deste ano. Também serão vistoriados imóveis na Avenida Brasil, no Centro.

“O objetivo é verificar as ligações e orientar os moradores para que realizem a conexão corretamente. Isto evita refluxo do esgoto para o imóvel e também previne danos ambientais”, explica o gerente regional da Sanepar Nilton Perez. Os casos mais comuns de irregularidades são a falta de ligação na rede de esgoto ou ligação de água de chuva na rede coletora de esgoto, falta de caixa de gordura, além do lançamento de óleo de cozinha diretamente na rede coletora.

O lançamento de óleo na tubulação de esgoto prejudica o tratamento do esgoto nas estações. Bares, restaurantes e oficinas mecânicas devem ter dispositivos de coleta alternativa para o descarte de óleo de cozinha ou óleos lubrificantes.

Conforme determina o Código Sanitário Estadual, é obrigatória a ligação de todos os prédios residenciais, comerciais e industriais localizados em áreas servidas por sistema de coleta de esgoto. O lançamento indevido do esgoto doméstico provoca mau cheiro, poluição, proliferação de insetos e favorece o surgimento de doenças pelo contato com a água poluída. Lançar água de chuva na rede coletora de esgoto pode provocar extravasamento e também prejudicar o tratamento do efluente.

AGENTES – Os agentes podem ser identificados pelo uso de crachá e colete azul com a inscrição “A serviço da Sanepar”. Eles são contratados pela empresa Tecpress. É muito importante que a população os receba e ouça todas as suas orientações. Eles precisam entrar no imóvel para realizar a vistoria. É aplicado um corante que identifica onde o efluente doméstico é lançado.
Caso seja constatado que o imóvel ainda não está interligado à rede ou outra irregularidade, o cliente será notificado e terá um prazo de 30 dias para a adequação. A residência que estiver com a conexão feita de maneira correta recebe um certificado de regularidade.

Em caso de dúvida, os clientes podem entrar em contato com a Sanepar através do telefone 0800 200 0115 ou pelo site www.sanepar.com.br.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account