Saneamento de Mato Grosso do Sul ganha destaque nacional

Folha de Campo Grande
02/03/2021

O trabalho no setor de saneamento desempenhado pela Sanesul (Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul) em conjunto com o Governo do Estado é destaque nacional.

Os investimentos em Dourados chamaram a atenção do Governo Federal e a cidade se transformou em referência para o País.

A concessionária tem trabalhado para que 85% da população da segunda maior cidade do Estado tenha acesso à rede de esgoto.

Todo esforço do Governo do Estado de MS e Sanesul foi reconhecido pelo ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), que fez questão de gravar um vídeo institucional no qual garante que seu sonho é tornar realidade esse tipo de investimento em âmbito nacional.

“O que está acontecendo em Dourados, Mato Grosso do Sul, é um sonho que eu quero, e que nós estamos trabalhando para todo o Brasil. No tratamento que vai permitir a melhoria da qualidade de vida para seus habitantes, que vai diminuir a pressão sobre o sistema de saúde pública. É Dourados em MS que mostra ao Brasil como nós queremos que o país se torne ao longo dos próximos dez anos. Esse é um compromisso desse Governo e é um compromisso com o País”, declarou o ministro, ao reconhecer a importante parceria com o Governo Federal.

A peça publicitária também mostra o presidente Jair Bolsonaro se comprometendo a trabalhar para tornar realidade à questão do saneamento básico no País.

INVESTIMENTOS

Na atual gestão do Governo do Estado, Dourados foi contemplada com mais de R$ 248 milhões em investimento para saneamento básico.
“MS já tem o serviço de fornecimento de água tratada universalizado. Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, a nossa meta agora é ser o primeiro Estado do Brasil a universalizar a coleta e o tratamento do esgoto doméstico nos próximos anos”, assegura o diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, responsável pela atual gestão da Sanesul, que atende 68 municípios em MS.

Em execução, atualmente há R$ 105 milhões em obras de água e esgoto. Para 2021 estão garantidos outros R$ 33,3 milhões para novas obras. Parte do recurso será destinada na ampliação dos sistemas, principalmente da coleta e tratamento do esgoto.

Uma das obras mais recentes é da nova Estação de Tratamento de Esgoto – Ipê, com capacidade de tratar até 100 litros de esgoto bruto por segundo, projetada para receber os efluentes domésticos de cerca de 50 bairros, sendo que grande parte deles já possui a rede de coleta e ligações domiciliares prontas. Os recursos desta obra são do Governo Federal e contrapartida da Sanesul. Com a ETE Ipê, Dourados tem cinco estações de tratamento de esgoto funcionando para atender a população.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?