Diretoria da Aesbe apresenta à Secretária Nacional de Saneamento contribuições para melhorias ao setor

Por Rhayana Araújo – Assessoria de Comunicação da Aesbe

Encontro ocorreu na manhã desta quarta, 14, na Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental

Na manhã desta quarta-feira, 14, o presidente da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe), Marcus Vinícius Neves, e demais membros da Diretoria da entidade se reuniram com a secretária interina de Saneamento Ambiental, Michelli Miwa Takahara, em Brasília-DF. O encontro permitiu à associação apresentar um panorama atual do saneamento, com propostas de melhorias para o texto do Projeto de Lei 3261/2019, que está em tramitação no Congresso Nacional.

Durante o encontro, foi reforçado junto à secretária que a prestação dos serviços de forma regional, com ganhos de escala e subsídios cruzados, é o modelo que melhor atende a realidade do país, respeitando a autonomia dos entes federativos e viabilizando recursos para busca da universalização sem ampliar as diferenças regionais. Para tanto, é necessário, no entender da Aesbe, aperfeiçoar o texto do PL.

A Diretoria destacou, ainda, os aspectos positivos presentes no texto do PL, e também os pontos que precisam ser aprimorados, a exemplo do fim da prestação de serviço público de saneamento por meio de Contrato de Programa; o condicionamento do acesso a recursos públicos, pelos prestadores, ao atendimento pelas Agências Reguladoras Subnacionais das normas de referência regulatórias estabelecidas pela ANA; entre outros.

“A Aesbe com o intuito de contribuir para a construção de um novo Marco Regulatório para o setor de saneamento, que possibilite o aumento da participação do ente privado, promova maiores índices de eficiência e fortaleça o subsídio cruzado e a economia de escala. Nossa expectativa é que sejamos ouvidos e que a atualização do Marco Legal do Saneamento atenda os anseios da população”, afirmou o presidente da Aesbe, Marcus Vinícius Neves.

Além do presidente da Aesbe, Marcus Vinícius, participaram também do encontro o secretário executivo da entidade, Ubiratan Pereira; o presidente da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), Armando do Valle; o presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Rogério Cedraz; o presidente da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago), Ricardo Soavinski; o presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Cláudio Stábile; o presidente da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Roberto Sérgio Linhares; e o presidente da Companhia de Saneamento de Sergipe, Carlos Melo.

 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores