Chegam a Marabá (PA) equipamentos para captação de água bruta

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) já enviou para Marabá, no sudeste paraense, a maior parte dos equipamentos destinados à montagem da estrutura emergencial de captação de água bruta do Rio Tocantins, na estação de tratamento do núcleo Nova Marabá.

Nesta semana, o centro de distribuição da Folha 29 já recebeu duas bombas tipo anfíbia, modelo BMF 360.1, com vazão nominal de 414m³/h (metros cúbicos por hora), que serão instaladas nos próximos dias na margem do Rio Tocantins, ao lado da captação atual. “Essas bombas fazem parte de um plano emergencial, e têm como objetivo complementar a captação de água bruta para melhorar o abastecimento nos núcleos Nova Marabá e Cidade Nova, que estão passando por racionamento de água devido à bacia hidrográfica do Rio Tocantins estar com níveis extremamente baixos, inviabilizando a captação de água bruta atualmente”, informou Fernando Martins, diretor de Expansão e Tecnologia da Cosanpa.

Para o funcionamento das bombas são necessários dois módulos do quadro elétrico, equipamentos que já estão em Marabá. “O transporte dos equipamentos pode ser considerado a parte mais importante e complicada desse processo, por causa do tamanho das bombas”, disse Fernando Martins. Para a interligação das bombas com os quadros elétricos foram adquiridos 1.120 metros de cabos elétricos, que ainda serão enviados a Marabá.

Todos os acionamentos de motores na subestação elétrica precisam de 440 Volts, e como as bombas utilizam tensão de 380 V, foi necessária a aquisição, em Belém, de um transformador trifásico de 300 kVA para 380 V, que deve chegar a Marabá nos próximos dias.

Limpeza e alerta – A tubulação que levará água do Rio Tocantins para ser tratada na estação tem 133 metros de comprimento, e também já está em Marabá. Para a instalação da tubulação, bombas, painéis e cabos elétricos é necessária a limpeza de uma faixa de mata na ETE-Marabá (Estação e Tratamento de Esgoto), a fim de garantir o acesso aos equipamentos até o local de captação de água. Na instalação da estrutura de captação será necessária a utilização de balsa, caminhão munk, escavadeira hidráulica e máquina de solda em termofusão.

A Cosanpa deve fixar placas de alerta próximo à estrutura de captação, a fim de alertar a população para os riscos de sucção durante banhos no Rio Tocantins perto da área de captação.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores