Aesbe lança cartilha do Novo Marco do Saneamento para orientar empresas de saneamento básico sobre como se adequarem à legislação

Para orientar as empresas de saneamento básico de todo o país sobre o Novo Marco Legal do Saneamento Básico, a Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) acabou de criar a cartilha “Entenda o Novo Marco Regulatório: Fluxo de Análises Necessárias ao Direcionamento de Estratégias Empresariais”. No documento, desenvolvido pela Câmara Técnica de Gestão Empresarial da Aesbe, constam os possíveis passos a serem tomados pelas companhias para que elas se adequem à nova legislação, assim como esclarecimentos sobre os vetos presidenciais que prejudicam os alvos do Novo Marco Legal.

Fruto de quase dois anos de debates e discussões com Congresso Nacional, a Lei nº 14.026/2020 – Novo Marco Legal do Saneamento – foi sancionada, em julho deste ano, com o objetivo principal de contribuir para a universalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário.. A nova legislação busca construir um ambiente de segurança jurídica e regulatória que busca atrair investimentos a fim de universalizar o acesso ao saneamento básico no país.

A cartilha

O intuito da cartilha é orientar as empresas responsáveis pelo saneamento básico no Brasil em dois cenários. No primeiro, explica as possíveis consequências dos vetos do presidente da República, Jair Bolsonaro, à lei, e ressalta, com isso, a importância de se apoiar a sua derrubada. No segundo, o documento orienta os aspectos da lei exatamente como aprovada pelo Congresso Nacional, sem vetos ou alterações.

A cartilha “Entenda o Novo Marco Regulatório: Fluxo de Análises Necessárias ao Direcionamento de Estratégias Empresariais” é importante, pois traz informações  contextualizadas sobre o funcionamento da lei,  assim como suas implicações e apresenta caminhos para as empresas se adaptarem. Com ela, os dirigentes terão mais segurança para implementar as mudanças, que são  bem-vindas para avançar no trabalho pela universalização do saneamento básico no Brasil.

 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores