Aesbe garante a destinação correta de 64 Kg de resíduos gerados durante o Seminário Nacional – Saneamento na Pauta dos Presidenciáveis

Por Assessoria de Comunicação da Aesbe

O Seminário Nacional da Aesbe – Saneamento na Pauta dos Presidenciáveis, realizado nos dias 1 e 2 de setembro, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) – Brasília (DF), contou com a presença de profissionais da Cooperativa CENTCOOP-DF, responsáveis pela triagem de todos os resíduos gerados durante o evento, incluindo a montagem e desmontagem das estruturas. Ao final, a cooperativa levou para a reciclagem 64 kg de materiais, sendo 12 kg de plástico duro, 39 Kg de papelão e 13 Kg de papel misto.

Todos os materiais, que seriam levados ao aterro sanitário, tiveram a destinação correta, reforçando o selo de Resíduo Zero do evento e a responsabilidade socioambiental da Aesbe. Com a iniciativa, a entidade ressalta o compromisso com o desenvolvimento da agenda ESG (Meio ambiente, social e governança).

Programa Sou Resíduo Zero – A geração de resíduos é um dos impactos mais visíveis produzidos por eventos. Por isso, o Seminário Nacional da Aesbe contou com a gestão inteligente dos resíduos por meio do Programa Sou Resíduo Zero, que trabalha com um sistema que reduz a quantidade de resíduos enviados para os aterros sanitários, limitando a quantidade de emissões de gases de efeito estufa que esses resíduos emitem ao meio ambiente.

O impacto positivo causado pela Aesbe por meio das ações de inovação que envolvem a política ambiental e o estímulo à economia circular gerou a redução dos custos de todo o processo de destinação, otimização da cadeia produtiva, redução das emissões de gases de efeito estufa, rastreamento das atividades de gerenciamento de resíduos, redução do desperdício, maximização da eficiência na organização sustentável, além do estímulo à conscientização de consumo e descarte.

 

Evento Neutro

Ainda alinhada à Responsabilidade Socioambiental da Aesbe, o Seminário Nacional – Saneamento na Pauta dos Presidenciáveis foi um evento neutro em carbono por quantificar devidamente as suas emissões de gases de efeito estufa e realizar uma ação de compensação ambiental proporcional, com o apoio de projetos ambientais. Por isso, o seminário recebeu o Selo Evento Neutro, que comprova a neutralização de carbono realizada indicando a quantidade de emissão de CO2 gerada e a rastreabilidade do projeto ambiental incentivado.

A iniciativa garantiu o apoio ao projeto ambiental REDD+ Vale do Jari, localizado no município de Almeirim, Estado do Pará, que faz fronteira com o Estado do Amapá ao norte, e tem o objetivo de estimular a conservação florestal e a diminuição de emissões potenciais de gases de efeito estufa (GEE) baseado em um modelo de desenvolvimento econômico local que valorize a floresta em pé. O mecanismo REDD+ (Redução das Emissões provenientes de Desmatamento e da Degradação florestal, incluindo (+) a conservação dos estoques de carbono florestal, o manejo sustentável de florestas e o aumento dos estoques de carbono florestal) possibilita a supressão de emissões potenciais de gases de efeito estufa a partir de ações de preservação florestal.

As ações produzidas pelo Projeto REDD+ Vale do Jari e Fundação Jari atendem 13 comunidades e mais de 305 famílias e já evitaram a emissão de 3 milhões de toneladas de CO2 e pouparam o desmatamento de 65 mil hectares.

O presidente da Aesbe, Neuri Freitas, ressaltou que a iniciativa é importante para conscientizar suas associadas e a população sobre a necessidade de mudanças de hábito para frear as mudanças climáticas. “Há inúmeras formas de contribuirmos para evitar ou minimizar os riscos de impactos da mudança do clima e a redução de alguns desses riscos de impactos futuros ou mesmo só ocorrerá se tivermos mudanças de hábitos rápidas e profundas. Por isso, uma associação como a Aesbe tem um papel fundamental de conscientizar suas associadas sobre os impactos que podemos causar quando adotamos soluções com responsabilidade socioambiental”, afirmou o presidente.

O Seminário Nacional da Aesbe – Saneamento na Pauta dos Presidenciáveis promoveu a interação entre os colaboradores das companhias que integram a Aesbe, de entidades da área e possibilitou o debate entre representantes dos presidenciáveis sobre o cenário atual do setor.

 

 

 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores