Governo retoma obras de saneamento integrado na Baixada Fluminense

Portal do Saneamento Básico
05/08/2020

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, inaugurou segunda-feira (3) trechos de obras de dois sistemas de saneamento integrado no município de Belford Roxo, Baixada Fluminense, que incluíram ações de pavimentação, instalação das redes de esgoto e de microdrenagem.  

O primeiro sistema, localizado no bairro Shangrilá, recebeu R$ 8,9 milhões da União desde o início do ano passado. Para o segundo sistema, nos bairros São Leopoldo e Pauline, foram repassados R$ 10,6 milhões no mesmo período. A construção dos dois sistemas contará com recursos federais no total de R$ 58 milhões e beneficiará um total estimado de 90 mil pessoas. A segunda etapa das obras já foi contratada, adiantou o ministro.

Rogério Marinho destacou, durante a inauguração dos trechos, que a obra estava paralisada há dez anos e foi retomada graças à iniciativa do prefeito de Belford Roxo, Wagner dos Santos Carneiro (MDB/RJ), conhecido como Waguinho, que buscou a parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional. Os sistemas de saneamento na cidade eram reivindicados pela população local. “ É muito fácil anunciar que alguma ação vai ser feita, que alguma açãovai ser empreendida e apenas fazer o anúncio, não trabalhar para que se concretize. Nisso, infelizmente, não há prática no nosso país”, disse Marinho, segundo o qual foram encontradas dez mil obras paradas no ministério. Na avaliação do prefeito Waguinho, a inauguração de hoje “foi um momento histórico para a cidade”

Orientação

O ministro afirmou que desde o primeiro dia foi orientado pelo presidente da República no sentido de que os recursos que o governo federal detém “não pertencem a este governo, a este ou aquele partido. Pertencem ao povo brasileiro”. O ministro disse que tem se comportado, “sem olhar palanques, sem olhar bandeiras, olhando a necessidade da população mais humilde de nosso país”. Rogério Marinho informou que está percorrendo o Brasil de Norte a Sul, levando a cada rincão o que interessa ao povo brasileiro e buscando parcerias com os prefeitos que querem, efetivamente, ajudar seus municípios.

“O prefeito Waguinho não ficou inerte, não ficou parado, e nos procurou para resgatar um projeto que não pertencia a este ou aquele partido; pertencia ao povo de Belford Roxo”. O ministro completou que não há maior desrespeito à sociedade do que a paralisação de uma obra pública. “Isso é um desrespeito a quem paga impostos e é um desrespeito à população como um todo”. Obras que dizem respeito à segurança hídrica, no caso de saneamento básico, adutoras, reservatórios, são essenciais para o ministério e causam impacto positivo à população, salientou Rogério Marinho.

Fonte: Isto É Dinheiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?