Visando acelerar a universalização dos serviços de esgotamento sanitário na Região Metropolitana de Porto Alegre, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) assinou, no dia 24 de março, o contrato de parceria público-privada (PPP) com o consórcio Aegea Saneamento.

A companhia, que venceu o leilão da Corsan em novembro do ano passado, realizará a coleta e o tratamento de esgoto na região que tem a maior concentração populacional do Rio Grande do Sul. A parceria beneficiará aproximadamente 1,5 milhão de moradores das cidades de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão.

A previsão do investimento é de R$ 1,77 bilhão. Deste, 370 milhões serão aplicados em obras de execução da Corsan e 1,4 bilhão será destinado aos investimentos do parceiro privado, que aplicará cerca de R$ 1,03 bilhão na expansão dos sistemas de esgoto e 374 milhões para ações comerciais e operacionais. O valor total da contratação é de R$ 6,92 bilhões, que serão pagos à Aegea ao longo dos 35 anos de contrato. 

A assinatura do contrato de PPP foi realizada no gabinete do Palácio Piratini, em Porto Alegre/RS, com o governador Eduardo Leite e o presidente da Corsan, Roberto Barbuti. “É preciso destacar e celebrar este momento, porque estamos muito entusiasmados com o que ele vai trazer em termos de desenvolvimento para o nosso estado”, comentou o governador.

A PPP entre a Corsan e a Aegea Saneamento também representa um grande passo para promover a preservação ambiental da região, uma vez que contribuirá para a recuperação da bacia do Sinos e do Gravataí. Além disso, o contrato irá melhorar a prestação dos serviços de saneamento básico aos cidadãos rio-grandenses.

 

 

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?