Pela universalização do saneamento para o desenvolvimento do Brasil

A Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) representa 26 companhias de saneamento básico de todas as regiões do país. Suas associadas atendem a 4.030 municípios, sendo responsáveis por 75% do abastecimento de água para a população urbana brasileira e promovendo 59,7% do tratamento do esgotamento sanitário, conforme dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS, 2017).

Desde sua fundação em dezembro de 1984, a Aesbe dedica-se a defender o interesse de suas associadas; promover o contínuo aperfeiçoamento técnico dessas empresas; o intercâmbio de ideias e experiências; elaborar e divulgar estudos e trabalhos diversos; e manter as relações com associação do setor e com os Poderes Executivo e Legislativo, objetivos que beneficiam diretamente à população brasileira.

É consensual que o saneamento está relacionado à saúde. A captação e o tratamento adequado de água e esgoto, somados ao manejo apropriado do lixo e das águas pluviais, evitam a proliferação de diversas doenças e propiciam qualidade de vida aos brasileiros. Além disso, o saneamento básico colabora para a preservação do meio ambiente ao dar destino correto ao esgoto e aos resíduos sólidos, evitando a poluição de rios e lagos, entre outros.

Dessa forma, a Aesbe age para garantir a universalização do acesso ao saneamento básico como um direito de todos os brasileiros. Os números demonstram a amplitude da atuação das empresas associadas, mas evidenciam que ainda há muito a ser realizado. Em suma, saneamento de qualidade é condição mínima para um país plenamente desenvolvido.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores