Inicia fase final da duplicação da adutora da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), do Rio de Janeiro, começou a executar, na última semana, a fase final das obras de duplicação da adutora da Baixada Fluminense. A companhia vai iniciar entre os Quilômetros (Km) 176 e 177 da Rodovia Presidente Dutra a escavação de 90 metros de túnel com 1,5 metro de diâmetro sob a rodovia para o assentamento de tubulações com diâmetro de um metro. O serviço deve ser concluído em até 120 dias.

Este é o segundo trecho subterrâneo da nova adutora: a companhia está executando e concluirá até o fim de fevereiro trecho de 42 metros de tubos sob a linha férrea, próximo ao Km ferroviário 32, entre as estações Rocha Sobrinho e Ambaí, em Belford Roxo. Nos dois trechos subterrâneos a companhia emprega o método não destrutivo de escavação por cravação com macaco hidráulico, por meio do emprego de “tubo camisa” de 1,5 metro de diâmetro que abre túnel para receber as tubulações.

Esta é a etapa final das obras de assentamento da nova adutora, já 96% executadas (com 4.926 metros de tubulações assentadas). Após a conclusão dos trabalhos, a tubulação entrará em fase de testes, reforçando a retaguarda do booster (conjunto de bombas que aumenta a pressão na rede) da Baixada Fluminense e melhorando o abastecimento de Belford Roxo e Duque de Caxias. O sistema integra o conjunto de obras orçado em R$ 3,4 bilhões que reúne o Programa de Abastecimento da Baixada Fluminense e o Novo Guandu, que vai reforçar o abastecimento em toda a Baixada.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores