Deso apresenta comprovação de capacidade econômico-financeira aos órgãos reguladores

Com informações da Deso

A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) protocolou na última quarta-feira, 29 de dezembro, na Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (AGRESE) e na Agência Nacional de Água e Saneamento Básico (ANA), os documentos que comprovam a aptidão para continuar cumprindo os contratos regulares de prestação de serviços, além da capacidade econômico-financeira para atendimento ao Novo Marco Legal do Saneamento, conforme determinado pelo Decreto 10.710/21, uma exigência para todas as Companhias de Saneamento do Brasil.

O diretor-presidente da Deso, Carlos Melo, celebrou a apresentação dos estudos aos órgãos reguladores. “Graças ao empenho dos Desianos, cumprimos as exigências do Decreto, comprovando nossa solidez econômica e a transparência dos nossos processos. Com o apoio do Governos de Sergipe e a força dos nossos trabalhadores, superamos os desafios do setor e comprovamos a sustentabilidade financeira da empresa. Estamos seguros de que poderemos cumprir as metas do Novo Marco do Saneamento e continuar honrando nossa missão de levar água, esgotamento sanitário, saúde e qualidade de vida ao povo sergipano”, disse.

A Lei nº 14.026/2020, que atualizou o Marco Legal do Saneamento, determina o atendimento de 99% da população com abastecimento de água potável e de 90% da população com coleta e tratamento de esgoto sanitário até dezembro de 2033.

 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores