Câmara Técnica de Inovação da Aesbe é lançada em Fortaleza (CE) nesta quinta-feira

Rhayana Araújo – gerente de Comunicação da Aesbe

Lançamento da Câmara Técnica de Inovação da Aesbe contou com a abertura do presidente Neuri Freitas e do secretário executivo, Sergio Gonçalves. Foto: Luis Fernando Pereira (Cagece)

A instalação e lançamento oficial da Câmara Técnica de Inovação (CTI) da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) ocorreu nesta quinta-feira (18), em Fortaleza (CE), cuja anfitriã foi a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). A criação da Câmara foi aprovada no mês de junho durante a 3ª Assembleia Geral Extraordinária e da Diretoria da Aesbe, que ocorreu em Gramado (RS).

O presidente da Aesbe e da Cagece, Neuri Freitas, e Sergio Antonio Gonçalves, secretário executivo da entidade, fizeram a abertura do encontro, que reuniu 28 pessoas de 14 companhias, além de 21 pessoas que acompanharam a reunião de modo virtual. Diretores da Cagece também integraram a cerimônia de abertura da reunião, foram eles: José Carlos Asfor, diretor de Engenharia; Victor Almeida, diretor Jurídico; e Dario Sidrim, diretor Financeiro e de Relações com Investidores.

De acordo com Neuri, o setor de saneamento passa por uma fase muito desafiadora e a criação da Câmara Técnica de Inovação é muito importante para o momento. “Temos um desafio grande para garantirmos a universalização dos serviços de saneamento até 2033. Por isso, temos que começar a repensar toda a nossa forma de atuação, e a inovação é essencial para o aprimoramento do conhecimento, para pensar em soluções que tragam eficiência operacional para as companhias, que reduza custos de investimentos e garantam tarifas que sejam suficientes para gerar o resultado necessário para o atingimento das metas”, afirmou o presidente.

Sergio Gonçalves, secretário executivo da Aesbe, destaca o papel fundamental da CTI. “Essa Câmara vai auxiliar todas as áreas das companhias associadas à Aesbe para que elas possam não só repensar o processo que está sendo feito hoje e aperfeiçoá-los, como também implementar novas tecnologias e novos produtos para que possamos prestar cada vez mais um serviço de excelência”, exclamou.

Eleição para Coordenação e Secretaria da CTI

Da esquerda para a direita: Fuad Moura, secretário eleito da CTI, e Ronner Gondin, coordenador da Câmara. Foto: Luis Pereira

Durante a reunião, foi realizada a eleição para ocupação do cargo de coordenação e secretaria da CTI. Ronner Braga Gondin, superintendente de Sustentabilidade da Cagece, foi eleito o coordenador da Câmara, e Fuad Moura Guimarães Braga, superintendente de Projetos Especiais e Novos Negócios da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), foi eleito o secretário da CTI. 

“Fiquei muito feliz pela possibilidade de coordenar um grupo com profissionais tão capacitados e uma Câmara tão importante. Vamos trabalhar para entender os desafios de cada empresa e identificar as possíveis soluções para avançarmos em diversos segmentos do setor. Vamos precisar muito da inovação para garantir a sustentabilidade dos trabalhos dentro das companhias, para poder vencer os desafios da universalização dos serviços”, afirmou Ronner Gondin.

O secretário da CTI, Fuad Moura, ressalta a importância da possibilidade de troca de experiências entre as companhias. “O setor de saneamento vive um momento chave, em especial as companhias estaduais, em que cada vez mais nos é exigido comprovação de capacidade. E as empresas que não inovarem, estarão sempre obtendo os mesmos resultados. A gente vai buscar a troca de experiências para sistematizar e aprimorar os processos das diferentes áreas, contando com esse elemento chave que é a inovação”, friou Fuad.

Demais discussões

Durante este primeiro dia de encontro, também houve apresentações de cases de companhias. Ronner Braga Gondin e Cailiny Darley de Menezes Medeiros, gerente PD&I da Cagece,  apresentaram o Projeto da Usina Modelo – Aproveitamento de lodo, areia e biogás, realizado em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Gustavo Possetti, gerente de Pesquisa e Inovação da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), apresentou a palestra “Inovação para a sustentabilidade: experiências da Sanepar: Planejamento das atividades da CTI”.

Silvio Renato Siqueira, coordenador de Projetos de PD&I da Superintendência de Pesquisa da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), apresentou a palestra “A jornada da Inovação no setor de Saneamento”.

O encontro da CTI segue até esta sexta-feira (19), com a visita técnica ao Projeto da Usina Modelo de aproveitamento de lodo, areia e biogás, na Universidade Federal do Ceará (UFC).

 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores