Caema e Corpo de Bombeiros alinham estratégias em reunião

Membros da Diretoria da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão  (Caema) e Corpo de Bombeiros se reuniram na última terça-feira, dia 31, para traçar estratégias no gerenciamento do uso de hidrantes na capital e outras ações. Na reunião, estavam presentes o presidente da CAEMA, Carlos Rogério Araújo; o Diretor de Operações e Manutenção, André Paulas; o Diretor de Gestão Administrativa, Financeira e de Pessoas da CAEMA, Nilson Ferreira, o assessor técnico da presidência, o engenheiro Clenilson Novaes; Denilson Santos, Gerente de Suporte Administrativo; Eduardo Bustamante, Gerente de Controle e Desenvolvimento Operacional; e ainda o subcomandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Izac; e o analista de projetos, capitão Augusto.

O ponto focal da reunião foi o planejamento de ações conjuntas entre a CAEMA e o Corpo de Bombeiros para a identificação dos pontos em que há a necessidade da instalação ou revitalização de hidrantes em toda a cidade. “Estamos recebendo o Corpo de Bombeiros para alinhar a questão da disponibilidade de hidrantes na cidade. Neste trabalho conjunto, vamos dar garantia com água na pressão adequada para a execução adequada do trabalho dos Bombeiros. Recebemos de bom grado este pleito deles e vamos unir esforços para dotar a cidade de equipamentos necessários para a preservação da vida”, disse Carlos Rogério, presidente da CAEMA.

Hidrantes são terminais hidráulicos com registro, mangueira e esguicho. Para seu funcionamento, o hidrante é conectado a uma fonte de água e possui um ou mais bocais onde podem ser encaixadas mangueiras que levarão água até o local do incêndio e também uma válvula semelhante a uma torneira que controla a quantidade de água que sai pelos bocais. É importante lembrar que o equipamento é operado por bombeiros ou por pessoas treinadas pertencentes a brigadas de incêndio, por necessitar de cuidados especiais dada a alta pressão da água que sai pelos bocais e passa pelas mangueiras e válvulas de incêndio. Ao todo, há na capital, 63 hidrantes.

“Esta reunião é bem-vinda e salutar. Com a sinalização da revitalização dos hidrantes já existentes na capital, vamos dar uma cobertura maior para a população no caso de sinistros. Com esta parceria, vamos poder ofertar um melhor serviço para a população da capital”, comentou o Coronel Izac. “A ideia é que levemos também aos bairros que não possuem hidrantes para fortalecer a comunidade e dar uma maior segurança aos moradores”, completou.

Dentro da parceria firmada, o Corpo de Bombeiros vai disponibilizar o mapeamento georeferencial dos hidrantes e a CAEMA fará a análise de quais destes poderá ter carga constante para a realização do trabalho dos bombeiros, de acordo com a viabilidade de produção das áreas em que os hidrantes estão instalados. Na oportunidade, foram também alinhados treinamentos de capacitação contra incêndios nas unidades do Sacavém e Italuís.

O Coronel Izac também lembrou que o trabalho de prevenção precisa ser realizado com eficácia para que incêndios sejam evitados. “Mais importante que o hidrante é a participação do morador. A ênfase deve ser feita na prevenção do incêndio”, pontuou.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Confira também nossas publicações

Veja todas nossas
edições anteriores