Leilão da Cedae agilizará repasses para saneamento no RJ, diz Witzel

De acordo com o governador do Estado, a privatização da estatal injetará R$ 10 bilhões nos próximos três anos após o leilão

Texto: Yuri Soares – AECWeb
02/10/2019 | 17:10

Segundo o governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, a privatização de parte da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) irá dar celeridade aos investimentos em saneamento básico na região metropolitana da capital fluminense, viabilizando a injeção de R$ 10 bilhões em três anos seguintes ao leilão da estatal.

A informação foi dada após a realização de um café da manhã com representantes do setor hoteleiro e o secretário estadual de Turismo, Otávio Leite.

Witzel informou, ainda, que a Cedae continuará com receita na produção da água, o que dará lucro de R$ 300 milhões a R$ 400 milhões para o Estado, montante que também será investido na região metropolitana da cidade do Rio. A previsão é de que o leilão da Cedae ocorra no próximo ano, para que entre 2021 e 2023 os recursos já sejam investidos pelo Estado.

O governador também afirmou que o valor oriundo da privatização ajudaria na resolução dos problemas de poluição na Baía de Guanabara e nas lagoas da Barra da Tijuca, e possibilitaria investimentos em cidades pequenas que não contam com recursos para o desenvolvimento do saneamento básico, como Japeri, Mesquita e Queimados.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account