Dia Mundial da Água: CEDAE distribui mudas na Central do Brasil e Escolas Públicas

O Dia Mundial da Água (22/03) está sendo comemorado pela Companhia Estadual de Águas e Esgotos (CEDAE) durante todo o mês de março, com ações ambientais em diversas frentes no Rio e interior do estado, totalizando cerca de 40 mil mudas entregues só neste mês. Ontem (21/03), a CEDAE distribuiu 4 mil mudas nativas da Mata Atlântica na Central do Brasil, onde haverá ainda apresentação do coral de funcionários da Companhia. Os aguadeiros estarão na estação servindo água à população.

A CEDAE também firmou convênio com a Secretaria de Educação do Estado (Seeduc) e desde o ano passado realiza plantio de mudas de Ipê e ações de educação ambiental nos colégios da rede pública. Durante a semana da água serão desenvolvidas atividades em escolas de Campo Grande, Cachoeira de Macacu, Itaboraí, Magé, Maricá e Porciúncula. A quantidade de mudas entregue será de acordo com o espaço de cada escola.

As plantas distribuídas pela CEDAE são cultivadas por apenados do sistema prisional que integram o Programa Replantando Vida, instituído pela empresa em 2008 e que alia recuperação ambiental com inclusão social, pois emprega apenados do regime semiaberto, aberto e prisão albergue domiciliar nos seis viveiros mantidos pela Companhia no estado.

– O trabalho do Replantando Vida é de grande alcance ambiental e social. Ao mesmo tempo em que cuidamos do meio ambiente, damos oportunidade para a ressocialização dos apenados – afirma o presidente da CEDAE, Jorge Briard.
No próximo sábado (24/03) a CEDAE estará presente no evento do Bosque da Barra ainda em comemoração ao Dia Mundial da Água. Além de palestra sobre o Programa Replantando Vida, serão distribuídas 300 mudas produzidas nos viveiros da CEDAE para os participantes do evento.

O Programa Replantando Vida não é ativo apenas em datas comemorativas. Atuante o ano inteiro, desenvolve parcerias com prefeituras e organizações da sociedade para que o projeto se espalhe em todos os ambientes possíveis da sociedade. A CEDAE já realizou este ano o plantio de 2 mil mudas florestais nativas da Mata Atlântica nas margens do Rio Guandu, em parceria com o 30° Grupo de Escoteiros do Ar São Miguel, que teve a participação de 20 integrantes com idades entre 15 e 18 anos, orientados neste mutirão pelos apenados participantes do programa.

A CEDAE também se uniu ao esforço coletivo para recuperar áreas que atingidas por queimadas em 2017 nas margens do Rio Bananal, em São Paulo, um importante afluente do Rio Paraíba do Sul e sua bacia hidrográfica. No local já foram plantadas por moradores e produtores rurais mais de 10 mil mudas produzidas por apenados da Colônia Penal Agrícola de Magé, onde foi criado o maior viveiro da Companhia, com 31 mil metros quadrados. Mais 5 mil mudas foram enviadas no início de março para a recuperação destas áreas.

A CEDAE disponibilizou mudas para a recuperação da vegetação e para eventos do Dia Mundial da Água nos municípios de Natividade, Porciúncula, Vassouras, Itatiaia, Varre-Sai, Itaperuna, Italva, Piraí, Valença, Maricá, Queimados e Japeri, entre outros.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account